Carros do Passado Ensinando Gerações Futuras

Idealizando a criação de um Museu-Escola, a Fundação Lia Maria Aguiar assume a administração do acervo de Og Pozzoli, a mais importante coleção de automóveis do Brasil

Com intuito de preservar a cultura e uma parte da história do automobilismo mundial, sobretudo a brasileira, a FLMA anunciou, durante o Brazil Classic Show 2018, a construção de um museu em Campos do Jordão e o desenvolvimento de um novo projeto social, voltado à capacitação de jovens na arte de restaurar veículos antigos.

O sonho de Og Pozzoli será realizado ao manter todos os veículos, histórias vivas do automobilismo brasileiro, juntos em uma única coleção, para deleite do público. Entre os exemplares, duas Jardineiras Fiat, de 1912 e 1914, as quais Og recusou generosa oferta feita por Gianni Agnelli, presidente da Fiat. São diversos automóveis com as mais inusitadas histórias, alguns destes, únicos no mundo. São carros que serviram a Papas, Presidentes da República de diversos países, veículos que um dos mais conceituados antigomobilistas do mundo começou a comprar em 1958, após sua chegada em São Paulo vindo de Natal (RN), pilotando um Opel 1937.

A ideia vai muito além da construção de um museu, é também a elaboração de um projeto social realizado pela Fundação, que inclui a formação de jovens na arte da restauração, preservação e manutenção de veículos antigos no Brasil, ofício que está se tornando cada vez mais raro. Para isso, serão criados núcleos de aprendizado e ensino profissionalizante em diversas áreas e segmentos de atuação relacionados à cultura do automóvel. E os alunos vão levar, além do conhecimento, renda para suas famílias e suas casas.

Espera-se prover mais uma alternativa para a geração de empregos, fortalecendo o turismo na cidade, tradicional estância turística, além de criar cursos específicos e dedicados à restauração de veículos antigos, área na qual existem poucos profissionais capacitados no país e que oferece boa perspectiva de atuação para as novas gerações.

Com o projeto, a Fundação Lia Maria Aguiar visa agregar aos núcleos já existentes, Música, Dança e Teatro, uma nova oportunidade para a descoberta e construção da própria história, pelas mãos dos jovens atendidos e assistidos pela entidade. Isso terá papel primordial na formação, crescimento pessoal e destaque profissional de cidadãos melhores para um país melhor, pois, mais do que ensinar, o propósito da FLMA é transformar vidas. Afinal, a própria Fundação foi criada com base no sonho e na vontade de ajudar uma criança, explica Lia Maria Aguiar, fundadora da instituição.

 Og Pozzoli

É mais do que lamentável até hoje não termos um museu de automóveis em São Paulo, a indústria automobilística nacional nasceu e se firmou nesta cidade. Todos os países que possuem indústria automobilística têm grandes museus que atraem turistas do mundo inteiro, pois, o automóvel é um capítulo especial no século 20. Infelizmente os governantes de São Paulo só veem os automóveis como fonte de arrecadação de dinheiro através de impostos e multas…”, disse Og em entrevista concedida em 2015.

Fluminense de Itaboraí (RJ), criado em Natal (RN) e radicado em São Paulo desde 1956, faleceu em 2017 aos 87 anos. Uma vida dedicada aos carros, Og Pozzoli foi um dos precursores do antigomobilismo no Brasil e começou a colecionar veículos antigos quando todos na época os consideravam “carros velhos”. Não ele, que os garimpava, estudava, restaurava a condição de novos e os incorporava a sua coleção. Desta forma, chegou a ter 170 automóveis antigos.

Todos os veículos são originais e muito bem cuidados, parecem saídos de suas linhas de montagem. Alguns são únicos no mundo, enquanto outros pertenceram a industriais e personalidades do século 20. Enquanto vivo, emprestou seu Packard Limousine Imperator 1940 para “O Beijo da Mulher Aranha”, filme de Hector Babenco com Sonia Braga. Há ainda o Lincoln V12 de 1938, primeiro carro especialmente fabricado para uso presidencial. Dos cinco sobraram dois, um que serviu a Franklin Delano Roosevelt, presidente dos EUA entre 1933 e 1945, atualmente no Museu da Casa Branca, e o outro que pertencia a Og, aonde a rainha Elizabeth II também deu uma volta em 1968 ao lado do marido, o príncipe Philip, em evento de inauguração da atual sede do MASP, em São Paulo.

Previsto para ser inaugurado em 2020, o Museu deve contar inicialmente com espaço para acolher os veículos do acervo. Em um segundo momento será implementado o projeto de capacitação técnica com os jovens interessados na arte da restauração. A ideia é que estes alunos sejam selecionados por meio de processo seletivo estabelecido pela própria Fundação.

É preciso seguir adiante trabalhando pela cultura, educação e inclusão social, o que faz a fundação percorrer o caminho do bem e a estrada que contribui para o desenvolvimento de uma sociedade mais justa e um mundo mais feliz.

Campeonato de Dia dos Pais

Com gols e muita diversão, pais e filhos puderam compartilhar momentos de carinho e alegria em celebração dessa data especial

Na tarde ensolarada do dia 11 de agosto, o campo da escola Frei Orestes Girardi ficou pequeno para tanta diversão. Entre chutes, faltas e gols, os pais dos alunos dos três núcleos socioculturais da Fundação Lia Maria Aguiar brincaram na agradável disputa preparada pela instituição.

Os alunos acostumados a brilharem nos palcos, nesse dia inverteram os papéis e formaram a animada torcida que levantou os jogadores durante a partida. Os professores e colaboradores também marcaram presença e ajudaram a animar ainda mais a tarde de brincadeiras.

Os times de craques formados pelos corajosos pais se enfrentaram de maneira descontraída e disputaram o tão sonhado troféu de campeões. Mesmo que todos não tenham alcançado o título maior, a FLMA incentivou o momento de partilha em família e presenteou todos com a medalha de participação. Mostrando que muito além de ganhar ou perder, a partilha de momentos felizes é a verdadeira vitória.

Confira como foi essa divertida disputa em comemoração ao Dia dos Pais:

 

Feira da Sustentabilidade Transmite Conhecimento e Cultura para a População

O evento reuniu importantes discussões sobre o tema e ainda contou as apresentações artísticas preparadas pelos núcleos da FLMA

Mais do que a preservação do meio ambiente, o conceito de sustentabilidade abrange atitudes que incentivam a prática consciente em diversas áreas. Seguindo esse conceito, o Parque Estadual Campos do Jordão (PECJ) promoveu nos dias 29 e 30 de abril a primeira edição da Feira da Sustentabilidade, uma homenagem ao município pelos seus 144 anos.

O evento gratuito, com a necessidade somente da inscrição prévia, ofereceu uma programação diversificada com profissionais da Monitoria Ambiental do PECJ e também de outras entidades. Entre palestras e oficinas, os presentes puderam adquirir um amplo conhecimento desde a história do Horto Florestal, passando pela energia sustentável, até práticas diárias como cozinhar de uma maneira consciente.

Entre as entidades que colaboraram com a Feira, a Fundação Lia Maria Aguiar contribuiu culturalmente para o evento. No primeiro dia de atividades, o público prestigiou uma belíssima apresentação realizada pelo Núcleo de Teatro. Já no segundo dia, o encanto ficou por conta dos alunos do Núcleo de Dança.

Como uma forma de incentivar as práticas sustentáveis, o evento socioambiental promoveu uma reflexão necessária na população sobre o futuro, seguindo o mesmo pensamento que a Fundação defende há uma década.

Confira a participação dos Núcleos de Dança e Teatro na Feira da Sustentabilidade:

 .

A Exibição da Arte Marca Desfile Cívico

Com o tema “A Construção de um Futuro Melhor” a solenidade do aniversário da cidade contou com a participação dos programas socioculturais da FLMA 

Na manhã ensolarada do último sábado, dia 28, o Núcleo de Música da Fundação Lia Maria Aguiar atravessou a Avenida Dr. Januário Miráglia abrindo o desfile de comemoração aos 144 anos de Campos do Jordão. Como de costume, a festividade acontece sempre na data em que a cidade completa mais um ano, dia 29 de abril, porém especialmente esse ano a celebração foi antecipada.

Com a presença de representantes públicos, grande parte da população jordanense e até alguns turistas, a FLMA participou da solenidade, juntamente com as escolas da rede municipal e outras entidades.

Além da emocionante participação dos alunos de Música, a coincidência entre o tema do desfile e o lema da Fundação, que este ano completa 10 anos, inspirou ainda as belíssimas apresentações dos integrantes dos outros dois núcleos. Como as lindas bailarinas do Núcleo de Dança, que abrilhantaram a avenida com suas coreografias na ponta dos pés. E os integrantes do Núcleo de Teatro, que fizeram pequenas acrobacias de circo divertindo a comunidade.

Como uma forma de incentivo a cultura e ao legado histórico do município, os jovens e crianças proporcionaram ao público uma pequena amostra do trabalho realizado pela a Fundação Lia Maria Aguiar, que se orgulha em fazer parte da história da exuberante cidade e por contribuir para o desenvolvimento de centenas de famílias do município.

Veja alguns momentos dessa comemoração:

*Fotos: Prefeitura Municipal de Campos do Jordão

Desafio e Diversão

Corrida Iluminada Encerra 2017

Em uma noite de muita animação, centenas de pessoas se reuniram no charmoso centrinho do Capivari para participar da Corrida Iluminada de Natal.

Na quinta edição do evento, que aconteceu no último sábado (16), diversos moradores e visitantes correram 6km pelas ruas da cidade em circuito belo e desafiador.

Já para quem preferiu uma modalidade mais light, a opção era uma divertida caminhada de 3km, que reuniu jovens, crianças e idosos, que além da diversão queriam sentir também o bem estar de praticar atividade física.

Na chegada, os vencedores foram premiados com brindes e troféus e, além da ilustre presença do Papai Noel, que alegrou ainda mais crianças, jovens e idosos, todos os participantes foram recepcionados com emocionantes apresentações de dança, música e teatro, que foram preparadas pelos alunos e professores dos núcleos culturais da Fundação Lia Maria Aguiar.

A Corrida Iluminada que encerrou as atividades da instituição neste ano de 2017, é uma mostra de como a prática de exícios físicos e o cuidado com a saúde pode ser algo divertido e transformador.

A atividade também fez parte do tradicional Natal dos Sonhos, um projeto desenvolvido pela Fundação Lia Maria Aguiar em parceria com a Prefeitura Municipal de Campos do Jordão, que reúne diversas atrações, entre apresentações culturais e esportivas e uma belíssima decoração de Natal, que poderá ser contemplada no portal da cidade e nas praças da Abernéssia e do Capivari até o dia 07 de janeiro.

Alunos brilham na Alemanha e conquistam posição de destaque no Tanzolymp 2016

O TANZOLYMP é um festival internacional de dança realizado atualmente em Berlim. Seu objetivo é aumentar a popularidade da dança no mundo e criar um intercâmbio internacional entre jovens talentos.

O ponto alto do festival é gala internacional, onde uma comissão especializada avalia e aponta os melhores artistas solo, duos e grupos / formações. Estreantes no festival, a dupla de alunos Ianca Tomaz Pereira e Roberto Vinicius Lima da Silva fez bonito e conquistou o terceiro lugar na categoria Dança Moderna (escolas privadas), trazendo muita alegria e satisfação não apenas para a Fundação mas ao Brasil.

Parabéns!

Alunos da Fundação Lia Maria Aguiar mostram seu talento no programa Encontros, da rede Globo.

 

No dia 18 de fevereiro nossos alunos tiveram a oportunidade de mostrar o seu talento na TV, falando sobre o espetáculo Luz Cor de Luar no programa Encontro, apresentado pela Fátima Bernardes. Foi uma enorme alegria poder dividir com mais pessoas a graça e o brilho dos nossos alunos!

Clique aqui e confira como foi!

 

 

Confira abaixo o programa na integra:

 

Vem aí a segunda temporada do espetáculo “Uma Luz Cor de Luar” em Campos do Jordão!

Após o sucesso na última edição do Natal dos Sonhos em Campos do Jordão, o espetáculo “Uma Luz Cor de Luar” volta aos palcos do Auditório Claudio Santoro no dia 17 de dezembro com novo elenco e muitas novidades.

Além das talentosas crianças do Grupo de Teatro Musical da Fundação Lia Maria Aguiar, o musical conta novamente com a participação de Totia Meireles, que incorpora a vilã Rainha Hárpia, e Beatriz Lucci, no papel de uma sábia coruja. Outros astros consagrados reforçam o elenco deste ano, que tem Bernardo Mesquita como o menino filho de pescador, Marcos Tumura, que guiará a história no papel do Xamã Niganga, e Jonathas Joba que fará o malvado Papagaio Real.

A super produção tem estreia marcada para o dia 17 de dezembro, às 20h30, no auditório Claudio Santoro.

Serviço:

Temporada:de 17 de dezembro de 2014 a 04 de janeiro de 2015, com sessões diárias às 20h30. (Exceto nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 01 de janeiro)
Local:Auditório Claudio Santoro
Av. Dr. Luís Arrobas Martins, 1.880 – Alto da Boa Vista. Ver no Google Maps
Ingressos:De R$ 20,00 a R$ 60,00
Vendas*:Ingresso Rápido:
Compre sem sair de casa. Clique aqui.
(Sujeito à taxa de administração do site)

Fundação Lia Maria Aguiar:
Diariamente, das 10h às 17h, mediante disponibilidade.
Av. Dr. Vitor Godinho, 455 – Capivari.
Ver no Google Maps.

Auditório Claudio Santoro:
A partir do dia 16/12, diariamente, das 14h às 20h, mediante disponibilidade.
Av. Dr. Luís Arrobas Martins, 1.880 – Alto da Boa Vista.
Ver no Google Maps

*Os pontos de venda estarão fechados nos dias 24, 25 e 31/12, e 01/01.

Mais informações:(12) 3663-4293 / (12) 3663-4658 / (12) 9.9226-8124
Facebook.com/umaluzcordeluaromusical

Sinopse:

A peça musical narra a história de um pobre menino, filho de pescadores, que decide abandonar a vila em que vive e buscar seu destino além do mar. Ele acaba naufragando e indo parar numa ilha perdida no meio do oceano. Nessa ilha dominada pela temível Rainha Harpia ele enfrenta as maiores atrocidades para encontrar a tal luz cor de luar. O público é conduzido pelo narrador, um ser mágico da natureza, a uma verdadeira viagem pelas histórias de um reino cheio de pássaros e encantamento.

Classificação: Livre

Festival de Música 2014 encanta Campos de Jordão

Campos do Jordão estava em ritmo de alegria com mais uma edição do Festival de Música, que trouxe atrações de peso para a Concha Acústica e para o Auditório Claúdio Santoro neste feriadão de Corpus Christi, entre os dias 19 e 22 de junho.

Por falar nelas, o Teatro Mágico, que abriu o Festival em grande estilo; Sandra de Sá, que contou com uma impecável produção; Adriana Calcanhotto, que teve seus ingressos esgotados, e Isabella Taviani, que encerrou a edição com chave de ouro, registraram sucesso de público.

Junto a estes artistas renomados, os jovens da FLMA subiram aos palcos e foram muito bem recebidos. Com eles, exibiram uma interação em plena sintonia, assim como seu esforço e preparação para o momento. A BAMFLIMA (Banda Marcial Fundação Lia Maria Aguiar) e o CEMFLIMA (Centro de Estudos Musicais da FLMA) encantaram com suas notas musicais. O Grupo de Teatro Musical da FLMA e o Grupo de Dança da FLMA exibiram seus passos com perfeição. A Orquestra Filarmônica de Campos do Jordão e a Traditional Jazz Band também foram apresentações conferidas e cheias de aplausos.

A Fundação parabeniza e agradece a todos que participaram de alguma forma para tornar o Festival de Música em um verdadeiro espetáculo. O sorriso registrado de cada um é, sem dúvida, incentivo para que a FLMA continue se empenhando cada vez mais.

Com certeza, essa é uma temporada de alta diversão… que venha o próximo Festival!