Coro Infantojuvenil é uma das atrações do 50º Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão

Os alunos da instituição apresentação repertório eclético de ‘Samba do Arnesto’ à ‘Missa Festiva: Kyrie’

Figurando entre os 10 destinos mais procurados no setor de turismo nacional, Campos do Jordão (SP) realiza a 50ª edição do Festival Internacional de Inverno. Sempre presente no calendário de eventos do munícipio, como organizadora ou convidada, a Fundação Lia Maria Aguiar levará o talento de seus alunos do Núcleo de Música ao evento.

Sob a regência de Luana Barros, o Coro Infantojuvenil subirá ao palco externo do Palácio Boa Vista no dia 28 de julho, às 15 horas. A apresentação gratuita contará com um repertório diversificado, como ‘Oye’ (Jim Papoulis), ‘Sand by me’ (Bem E. King), ‘Missa Festiva: Kyrue’ (Leavitt) e o clássico de Adoniran Barbosa, ‘Samba do Arnesto’.

Para comemorar o jubileu de ouro, o evento que ganhou fama nas últimas décadas e transformou-se no maior festival de música clássica da América Latina traz novidades. Além da presença de nomes da MPB, como Carlinhos Brown, a Sala São Paulo (Capital) também receberá parte da programação.

“Mais do que se fazer presente no maior acontecimento do município e referência para a música clássica, a participação da Fundação Lia Maria Aguiar tem a oportunidade levar o talento de nossos jovens ao público durante a época do ano em que Campos do Jordão torna-se a ‘Capital do Inverno Brasileiro”, conta o diretor Luiz Goshima.

Alunos cantam e encantam no ‘Inverno na Praça’ em Santo Antônio do Pinhal

Parceria com o município vizinho é mais uma ação da instituição em prol da inclusão social através da cultura.

A apresentação de alunos do Núcleo de Teatro da Fundação Lia Maria Aguiar – FLMA no último sábado, durante o Festival de Inverno de Santo Antônio do Pinhal, encantou o público presente.

Clássicos do cinema fizeram parte da atração que integrou a programação do ‘Inverno na Praça’. Dentre o repertório apresentado, destaque para ‘This Is Me’ (O Rei do Show – 2017), ‘Saber Quem Sou’ (Moana – 2016) e  ‘Let It Go’ (Frozen – 2013).

Sempre voltada a ações socioculturais em Campos do Jordão (SP), a instituição cruza os limites do município como patrocinadora de um evento que, ao longo do mês de julho, levará diversas atrações artísticas à população local e aos visitantes.

“É uma alegria poder contar com a importante parceria da Fundação Lia Maria Aguiar nesse momento estratégico, em que estamos nos empenhando para promover mais eventos que envolva moradores e turistas”, conta Pedro Pimenta Araújo, secretário de turismo de Santo Antônio do Pinhal.

Esta não é a primeira vez que a Fundação Lia Maria Aguiar investe em ações fora de Campos do Jordão. Um exemplo é a turnê do espetáculo de dança ‘O Cortiço’ em unidades do CEU – Centro Educacional Unificado da capital paulista.

O diretor Luiz Goshima explica que, “a presença da Fundação nos municípios vizinhos, e também em outras cidades, é uma das diretrizes da instituição, que o intuito de fazer com que mais pessoas tenham acesso a cultura”. Ele ressalta ainda que, “se cada um de nós fizéssemos a nossa parte, viveríamos em uma sociedade mais justa, mais humana e mais fraterna”.

Ainda sobre o Inverno na Praça, no dia 20 de julho será a vez do Núcleo de Dança apresentar o espetáculo ‘O Cortiço’. Já no último sábado do mês (27), as notas afinadas do Núcleo de Música tomarão conta da Praça do Artesão.

Confira aqui a programação completa.

Fundação Lia Maria Aguiar participa de ‘Inverno na Praça’ em Santo Antônio do Pinhal

Apresentações de teatro, música e um espetáculo de dança são as atrações que a instituição levará ao município vizinho.

O inverno chegou trazendo uma variedade de novidades nas regiões mais altas da Serra da Mantiqueira. Festivais, feiras, exposições e a típica comida serrana esperam pelos turistas que visitarem Santo Antônio do Pinhal (SP) até o dia 28 de julho, quando acontece o Festival de Inverno.

Com o olhar sociocultural voltados a Campos do Jordão, onde está sediada, e também nos arredores, a Fundação Lia Maria Aguiar – FLMA patrocina o Festival apoiando uma das atrações, o “Inverno na Praça”. O evento reunirá música, teatro, dança, o melhor da gastronomia local e, claro, apresentações dos alunos da instituição.

O primeiro a se apresentar será o Núcleo de Teatro, às 14 e às 17 horas deste sábado (06). O espetáculo contará com a participação de seis alunos que cantarão músicas de grande nomes do cinema como ‘This Is Me’ (O Rei do Show – 2017), ‘Saber Quem Sou’(Moana – 2016) e  ‘Let It Go’ (Frozen – 2013).

No dia 20, também um sábado, será a vez do Núcleo de Dança que está ensaiando uma apresentação que promete arrancar suspiros. Serão duas sessões, às 14 e às 17 horas.

Já no último sábado de julho (27), às 14 e às 16 horas, o Núcleo de Música da Fundação Lia Maria Aguiar subirá ao palco com os instrumentos afinadíssimos para a apresentação dos pequenos grandes músicos.

Sob o ponto de vista do diretor Luiz Goshima, “se todos fizessem a sua parte contribuindo para com a sociedade de sua região, nós teríamos um País de mais oportunidades e igualdade”. Ele destaca ainda que, “contribuir para a realização de um acontecimento no município coirmão também é fortalecer laços e proporcionar que mais pessoas tenham acesso à cultura”.

Vale ressaltar que o ‘Inverno na Praça’ está sendo realizado às sextas-feiras, sábados e domingos de junho, na Praça do Artesão.

Confira a programação completa:

Hupmobile 1925 é premiado no 6º Encontro Brasileiro de Autos Antigos

Evento reuniu cerca de 1.200 veículos em Águas de Lindóia durante o feriado de Corpus Christi.

Durante quatro dias o município de Águas de Lindóia (SP) foi a ‘menina dos olhos’ do antigomobilismo. Cerca de 1.200 clássicos estiveram em exposição no 6º Encontro Brasileiro de Autos Antigos.

A Fundação Lia Maria Aguiar – FLMA levou uma de suas raridades ao evento, o Hupmobile Modelo R com carroceria Touring de quatro portas de 1925 que além de arrancar suspiros dos apaixonados pelos automóveis antigos, volta premiado a Campos do Jordão (SP). Inscrito na Categoria Classe C – Vintage (1919 a 1930), o prêmio conquistado foi ‘Destaque Anos 20’.

O Hupmobile que pertenceu ao saudoso Og Pozzoli, hoje faz parte do acervo da instituição sem fins lucrativos. Este é um dos 102 modelos que pertenceram ao colecionador e farão parte de um audacioso projeto que a Fundação está preparando, o Museu-Escola de Carros Antigos.

“Nosso compromisso com a sociedade vai além das atividades cotidianas de nossos três Núcleos – de Dança, de Música e de Teatro –, e além de contribuir na preservação do patrimônio nacional, estamos desenvolvendo um projeto de formação para jovens na arte da restauração, conservação e manutenção de carros antigos”, conta o diretor Luiz Goshima.

Conhecida pelas ações socioculturais que exerce há mais de uma década no município mais alto da Serra da Mantiqueira, a valorização e a preservação do legado histórico também são princípios da FLMA. Serão mais de 100 autos antigos expostos à visitação do público.

Enquanto o projeto vai sendo desenvolvido, parte do acervo continuará participando dos principais eventos do País.

Festa Junina da Fundação Lia Maria Aguiar animou o sábado em Campos do Jordão

Dança, música, comidas típicas e muita animação marcaram a festança da instituição.

Os típicos ‘arraiás’ são as grandes atrações do mês de junho e, para entrar no clima, a Fundação Lia Maria Aguiar – FLMA preparou uma festança no último sábado (15), que contou com bandas sertanejas, brincadeiras tradicionais e apresentações dos alunos dos núcleos socioculturais.

O Núcleo de Dança, que foi o primeiro a se apresentar, fez uma ciranda ao som de Luís Gonzaga com a participação de todos os alunos. Já o Núcleo de Música, começou sua apresentação com as crianças da musicalização e, em seguida, a banda de metais, madeiras e percussão deu um show entoando um repertório nordestino e folclórico, com ‘Xodó’ e ‘Olha Pro Céu Meu Amor’ (Luiz Gonzaga), ‘Cabelo de Fogo’ (Maestro Nunes) e ‘Evidências’, sucesso de Chitãozinho & Xororó.

Com três coreografias, o Núcleo de Teatro levou ao ‘arraiá’ apresentações ao som de ‘São João na Roça’ (Targino Gondim), ‘Na base da Chinela’ (Elba Ramalho) e ‘Galera Coração’ (Edson e Hudson).

A festança que reuniu alunos, familiares e colaboradores, contou ainda com uma variedade de comidas típicas, show de prêmios, correio elegante e até a tradicional cadeia. E, como não poderia faltar, a grande quadrilha completou a festa em um animado clima da roça.

Núcleo de Teatro transforma Capivari num grande circo a céu aberto

A 1ª Mostra Circense levou alegria ao coração turístico de Campos do Jordão com números circenses embalados ao som de canções hollywoodianas.

Acrobacias, malabarismo, atrações aéreas, palhaçadas e um show de sapateado marcaram a 1ª Mostra Circense do Núcleo de Teatro da Fundação Lia Maria Aguiar – FLMA em Campos do Jordão (SP). Transformando a Concha Acústica do Capivari em picadeiro, os alunos atraíram olhares curiosos e aplausos do público que lotou a praça.

Tendo como tema ‘Cine Picadeiro’, as apresentações gratuitas aconteceram nos dias 7 e 8 de junho. Cada atração foi acompanhada por uma canção de sucesso de clássicos que marcaram a história de Hollywood entoadas pelo Coral do Núcleo. Dentre cantores e artistas, 32 alunos estiveram se apresentaram para a plateia composta de pessoas de todas as idades.

De ‘O Guarda-Costas’ (1992) à ‘Moana’ (2016), o público vibrou com o espetáculo circense da instituição, que tem sempre uma novidade a oferecer aos jordanenses e visitantes.

“A 1ª Mostra Circense do Núcleo de Teatro abriu as portas para mais uma proposta oferecida pela Fundação Lia Maria Aguiar à comunidade, que é de levar a alegria do circo através das técnicas aprendidas e aperfeiçoadas por nossos alunos nas aulas, que têm o resultado exibido em apresentações de alto nível”, relata o diretor Luiz Goshima.

E o sucesso foi tamanho que ainda rendeu uma apresentação extra no dia 12 de junho, no sarau do Instituto Federal Campus Campos do Jordão.

Sob regência de Mônica Giardini, Orquestra Livre Infantojuvenil abre Temporada de Música 2019

O último sábado (18) marcou o início de uma série de apresentações do Núcleo de Música em Campos do Jordão.

Sob a regência da renomada Maestrina Mônica Giardini, em um concerto apresentado na Concha Acústica, a Orquestra Livre Infantojuvenil da Fundação Lia Maria Aguiar abriu oficialmente a Temporada de Música 2019. 

Com o intuito de aproximar ainda mais moradores e visitantes da cultura, a série de apresentações teve em seu repertório de estreia obras como, ‘Serenade’, ‘Rhapsodic Concertante’ e ‘As Summer Was a Just Beginning’, entre outras, executadas pela orquestra composta por 55 alunos de 09 a 17 anos, regida por Giardini, referência no cenário nacional. 

Regente titular da Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, Mônica Giardini é doutora e mestre pela Escola de Comunicação e Arte da Universidade de São Paulo (ECA-USP), com formação em piano, bacharel em violão e pedagogia plena.

‘’Foi uma experiência importante para o crescimento e desenvolvimento dos alunos, principalmente quando uma convidada ilustre, como a Maestrina Mônica, consegue passar suas vivências e experiências de forma positiva, fortalecendo e reforçando nossos propósitos do ensino musical”, conta o Maestro Paulo Charão, coordenador do Núcleo de Música.

Dando continuidade a Temporada de Música 2019, a próxima apresentação já deve acontecer neste sábado (25), às 19 horas. Está será a vez do Coro Infantojuvenil se apresentar na Igreja Matriz Santa Terezinha.

Encontro da Cidadania 2019 Aborda Temas Importantes à Sociedade

Com a presença de Sidnei Oliveira, Deltan Dallagnol e Luiz Felipe Pondé, o ciclo de palestras agradou aos participantes que estiveram no Auditório Claudio Santoro no último sábado.

Corrupção, mudanças e desafios de cada geração foram alguns dos assuntos que vieram à tona durante o Encontro da Cidadania 2019, realizado pela Fundação Lia Maria Aguiar no último sábado, dia 11 de maio, em Campos do Jordão.

Público presente no Encontro da Cidadania 2019

Com o tema ‘Cicatrizes: Os Desafios de Amadurecer no século 21’, o mentor, escritor e especialista em gerações, Sidnei Oliveira, abriu o evento com uma palestra dinâmica, onde interagiu o tempo todo com a plateia.

Com bom humor, Sidnei falou sobre a ‘obesidade mental’ que o mundo tecnológico tem causado por conta do excesso de informações e de como isso anula a necessidade de pensar e de tomar decisões, destacando ainda a preocupação com essa realidade, especialmente para os jovens. “Que tipo de pessoas estamos criando? (…) É preciso amadurecer o jovem e prepará-lo para pensar, para saber buscar soluções”, indagou o especialista ao público presente.

Sidnei Oliveira apresentado a palestra ‘Cicatrizes: Os Desafios de Amadurecer no século 21

“Para amadurecer é preciso enfrentar as falhas. É necessário aprender com as conquistas e, também com as derrotas”, reflete o escritor que considera que as redes sociais tendem a criar uma realidade de fantasia. Pois, a maior parte das postagens são ilusórias, mostrando apenas situações positivas, algo que gera obstáculos aos mais novos ao lidarem com os momentos de dificuldade.

Em seguida, o jurista e procurador da República, Deltan Dallagnol, contou um pouco de sua trajetória na ‘Operação Lava Jato’, que já se encontra na 61ª fase. Em sua palestra, Dallagnol explicou a complexidade da operação que tem movimentado o cenário político nacional, ressaltando que existem dificuldades, porém com o trabalho e dedicação de toda equipe, a ação também apresenta pontos positivos que podem ser comprovados diante dos números, como os mais de R$ 13 bilhões recuperados aos cofres públicos.

Fazendo um paralelo com seu papel de pai, lembrou do conselho que deu ao filho, quando esse chorava por uma torre de brinquedos que desmoronou. “Cabe a cada um decidir como vai usar a frustração na sua vida, se lamentando pelo desmoronamento ou começando tudo de novo e seguindo em frente”.

Deltan Dallagnol falando sobre a Luta Contra Corrupção

Para o procurador da República, que foi aplaudido de pé pelo público, a democracia é a solução para um país imerso na corrupção, algo que somente será alcançado com a participação de todos. Mesmo que existam desafios, eles não devem dispensar o cidadão de fazer a sua parte.

Fechando o Encontro da Cidadania 2019, o filósofo e escritor Luiz Felipe Pondé apresentou “Os desafios das mudanças”.

Além de destacar as dificuldades do ser humano em lidar com transformações, ele abordou as mudanças comportamentais da sociedade, enfatizando que nem todos estão preparados para lidar com elas.

Dentre os tópicos apresentados, Pondé falou sobre os pontos positivos e negativos observados a partir das transformações causadas pelas redes sociais, que conectam pessoas, mas, que por outro lado, tomam parte do tempo que poderia ser desfrutado com a família ou atividades de lazer.

Luiz Felipe Pondé em uma conversa sobre “Os desafios das mudanças”

“Quanto mais confuso estiver o mundo, mais fascinante estará aos filósofos”, afirmou o palestrante que abordou política, educação e tecnologia em seus momentos de reflexão.

Parte dos projetos socioculturais que a Fundação Lia Maria Aguiar oferece aos jordanenses ao longo do ano, o Encontro da Cidadania acontece desde 2009 e tem como objetivo trazer ao conhecimento da sociedade temas relevantes, que promovem a reflexão em busca de um futuro melhor.

“Realizar um evento que traz à tona assuntos importantes aos jordanenses e à sociedade em geral, também faz parte das preocupações da Fundação Lia Maria Aguiar. Esta é a oportunidade que cada cidadão tem de estar diante de especialistas nos diversos assuntos e ainda interagir com eles através de dúvidas e questionamentos”, ressalta o diretor da FLMA, Luiz Goshima.

Além do público geral, os alunos da Fundação também foram presenteados com mais uma edição do Papo Cabeça. Realizado na tarde de sexta-feira, dia 10 de maio, a palestra ficou por conta do médico, educador, palestrante, escritor e apresentador Dr. Jairo Bouer.

Dr. Jairo Bouer palestrando na 2ª edição do Papo Cabeça

Durante a palestra, Dr. Jairo abordou diversos temas escolhidos pelos próprios alunos, como bullying, sexualidade, álcool e drogas. Ele falou ainda sobre tecnologia, ansiedade e até mesmo sobre a depressão. No final, Bouer respondeu a cada uma das perguntas feitas pelos jovens, que puderam desfrutar de uma tarde repleta de conhecimento e informação.

Encontro da Cidadania 2019 reúne Deltan Dallagnol, Luiz Felipe Pondé e Sidnei Oliveira

Fundação Lia Maria Aguiar promove Encontro da Cidadania 2019

O evento que acontece no dia 11 de maio, recebe os palestrantes Sidnei Oliveira, Deltan Dallagnol e Luiz Felipe Pondé 

 

Este ano, a edição do Encontro da Cidadania traz novidades. As palestras, que nos anos anteriores aconteciam em vários dias, em 2019 estarão juntas em uma única data, unindo diferentes assuntos e promovendo novas perspectivas.

O evento acontecerá no dia 11 de maio, a partir das 14h, no Auditório Claudio Santoro e contará com a presença do Jurista e Procurador da República Deltan Dallagnol, debatendo sobre “A Luta Contra a Corrupção”. O filósofo e escritor Luiz Felipe Pondé ministrará a palestra Os Desafios das Mudanças e o especialista em gerações Sidnei Oliveira irá refletir sobre o temaCicatrizes: Os Desafios de Amadurecer no século 21”.

Os convidados reúnem experiências em suas áreas de atuação. Pondé é conhecido por seu ponto de vista filosófico sobre temas polêmicos. Já Sidnei Oliveira, tornou-se especialista nas diferenças entre as gerações. E, em constante evidência no cenário nacional e internacional, Dallagnol se destaca ao coordenar a força-tarefa no combate à corrupção, a Lava-Jato.

“Realizado desde 2009, o Encontro da Cidadania promove a troca de informações e experiências entre os convidados, jordanenses e visitantes, e é uma ação diretamente ligada à preocupação da Fundação em formar jovens para o futuro”, explica Luiz Goshima, gerente social da Fundação Lia Maria Aguiar.

Discutir assuntos atuais e importantes para o desenvolvimento da sociedade é uma maneira sadia de impactar a vida do cidadão. Afinal, além de oferecer a formação através da educação e da arte a crianças e jovens, a instituição tem presenteado a comunidade jordanense com a realização anual do Encontro da Cidadania.

O valor do ingresso é R$ 80,00 ou R$ 40,00 para os adeptos da meia entrada, incluindo as três palestras, além de um delicioso coffee break. Para participar do Encontro da Cidadania 2019 acesse o site www.flma.org.br.

Sidnei Oliveira – Cicatrizes: Os Desafios de Amadurecer no Século 21

Consultor de carreira e expert em conflitos de gerações e na formação de mentores para exercer o desenvolvimento de jovens potenciais. Sidnei Oliveira também é autor de vários livros sobre liderança e dos best-sellers “Geração Y”.

Comunicólogo e administrador, foi executivo e diretor em instituições financeiras e fundador dos sites Achei!! e Zeek! Atualmente é presidente da Escola de Mentores, vice-presidente do Instituto Atlantis de Preservação Ambiental e co-idealizador da iniciativa “Café Insights” em parceria com o escritor e consultor Eduardo Carmello. É também articulista e colunista da edição online da Exame, onde reflete sobre carreira, relacionamentos e estilo de vida dos jovens talentos de todas as gerações.

 

Deltan Dallagnol – A Luta Contra a Corrupção

Procurador da República e mestre em direito por Harvard, Deltan Dallagnol coordena a força-tarefa de procuradores do caso Lava Jato em Curitiba, reconhecida pela recuperação de mais de 12 bilhões de reais aos cofres públicos e pela responsabilização das ações de dezenas de pessoas poderosas no Brasil. É um dos principais líderes e apoiadores de campanhas cívicas que buscam reduzir os índices de corrupção no país, como as “10 Medidas Contra a Corrupção”, que alcançaram o apoio de mais de 2 milhões de brasileiros. Pela sua atuação, recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais.

 

Luiz Felipe Pondé – Os desafios da mudança

Luiz Felipe Pondé é um filósofo e ensaísta brasileiro. Um de seus livros mais conhecidos é “Guia Politicamente Incorreto da Filosofia”, que entrou para a lista dos livros mais comentados e vendidos. É colunista na Folha de São Paulo, onde aborda temas como comportamento, religião, ciências, entre outros.

 

Programação do Encontro da Cidadania 2019 – 11 de maio (sábado)

14h00      Abertura do Auditório Claudio Santoro

14h30      Sidnei Oliveira – Cicatrizes: os desafios de amadurecer no século 21

16h00      Deltan Dallagnol – A luta contra a corrupção

17h30      Coffee Break

18h00      Luiz Felipe Pondé – Os desafios da mudança

 

ENCONTRO DE CIDADANIA 2019 

Com Deltan Dallagnol, Luiz Felipe Pondé e Sidnei Oliveira
11 de maio, a partir das 14h30

Local: Auditório Claudio Santoro
Endereço: Av. Dr. Arrobas Martins, 1.800, Campos do Jordão, SP
Ingresso (inclui as três palestras + coffee break): R$80 (inteira) e R$ 40,00 (meia-entrada)
Onde adquirir: Na sede da Fundação Lia Maria Aguiar, localizada na Av. Dr. Victor Godinho, nº 455, Campos do Jordão ou site sympla.com.br

FLMA Forma Primeira Turma de Alunos

Na noite do último dia 18, a Fundação Lia Maria Aguiar realizou mais um sonho, formando a primeira turma de alunos de seus Núcleos socioculturais.

Após anos de estudo, conquistas e crescimento pessoal e profissional, 10 jovens, sendo cinco do programa de Dança e a outros cinco do Teatro participaram de uma cerimônia emocionante, que uniu o sentimento de encerrar um importante ciclo as sensações de apreciar a arte.

Essa mistura se deu as belas exibições de dança e de uma divertida peça musical que abriram o evento prendendo os olhares dos convidados ao palco, que logo após ao momento mágico, presenciou uma marcante entrega de certificados.

Alunos, professores, familiares e todos os presentes, puderam celebrar a transformação que a cultura causou não só nos jovens, mas em toda a sociedade que, com o passar dos 10 anos de trabalho realizados pela Fundação Lia Maria Aguiar tiveram mais acesso a arte e todos os seus benefícios enriquecedores.