“Além do Ar – Um Musical Inspirado em Santos Dumont” encerra temporada com sessões lotadas em Campos do Jordão

Superprodução movimentou a cidade durante duas semanas e contou com a presença de convidados da classe artística e imprensa de São Paulo.

A Fundação Lia Maria Aguiar encerrou no último domingo, 1 de dezembro, a bem-sucedida primeira temporada de “Além do Ar – Um Musical inspirado em Santos Dumont”. A superprodução levou ao Auditório Claudio Santoro a história do pai da Aviação em uma homenagem recheada de emoção, originalidade e criatividade, aplaudida por moradores da região, turistas e artistas referenciais do teatro musical no país, entre eles Alessandra Maestrini, Ivan Parente e Osmar Silveira, o vice-presidente do Instituto Alberto Santos Dumont, Ricardo Magalhães, e representantes de 14 veículos da imprensa cultural e especializada de São Paulo, que puderam vivenciar uma experiência completa de imersão.

O musical movimentou Campos do Jordão com sete sessões lotadas, aproximando mais de 3.500 pessoas da vida heroica, poética e cheia de altos e baixos daquele que foi além do ar, e criou não apenas balões e aviões, mas também outras preciosidades como o relógio de pulso e o chuveiro de água quente, marcando época e fazendo história.

Realizado pelo Núcleo de Teatro da FLMA, coordenado por Viviane Santos, também uma das colaboradoras no texto inédito escrito por Fernanda Maia, o musical presta uma homenagem em grande estilo ao mineiro visionário, interpretado na peça por cinco atores: Cássio Scapin e André Torquato na fase mais madura e adulta, Raí Palma na fase jovem e Francisco Arruda e Davi Navarro se alternando na infância. O espetáculo contou ainda com a atriz convidada Mira Haar, no papel de cuidadora do inventor honrado. Outros nomes talentosos da cena teatral paulistana também fizeram parte do elenco, como Felipe Carvalhido, Pedro Arrais, Dante Paccola, Thiago Claro França e Giselle Tigre.

Em paralelo ao elenco adulto, destaca-se o grupo expressivo de 42 crianças e jovens alunos da Fundação que fizeram parte deste elenco e tiveram a oportunidade de colocar em prática o que vêm aprendendo no curso de formação Teatral. A grandiosidade do espetáculo se traduz também nos números, que tem mais de 150 pessoas envolvidas na produção coordenada por Leonardo Faé.

A trilha sonora, responsável por contar boa parte da história de forma lúdica e poética, apresenta 14 canções originais, criadas especialmente para o musical por Thiago Gimenes, responsável também pelos arranjos, a direção musical e a direção cênica junto de Keila Fuke, que se desdobra ainda na função de coreógrafa e diretora de movimento.

Já a parte estética conta com 250 figurinos criados pelo estilista renomado e premiado Fábio Namatame, com mais de 30 perucas desenvolvidas pelo projeto de visagismo assinado por Claudinei Hidalgo. A criativa e prática cenografia desenvolvida pelos irmãos Chris Aizner e Nilton Aizner encantou o público junto com os protótipos desenvolvidos especialmente para o espetáculo pelo engenheiro de pipas Ken Yamazato, responsáveis por momentos de deslumbre cênico.

‘Além do Ar –  Um Musical Inspirado em Santos Dumont’ encerra sua temporada de estreia como mais um sucesso das produções da Fundação Lia Maria Aguiar. A instituição já produziu outros grandes espetáculos, estreados em Campos do Jordão e consagrados em São Paulo, como ‘Uma Luz Cor de Luar’, que rendeu à Instituição a Medalha Arthur Azevedo no Prêmio Bibi Ferreira, por sua contribuição à Cultura e fomento na educação artística de crianças e jovens, e ‘A Princesinha’, inspirado no conto ‘A Little Princess’, vencedor do Prêmio Arte Qualidade na Categoria Melhor Espetáculo Musical Infantil Nacional 2013.

“Além do Ar – Um Musical Inspirado em Santos Dumont” estreia em Campos do Jordão

Nova superprodução da Fundação Lia Maria Aguiar iniciou temporada com a presença de artistas, imprensa e líder do Instituto Santos Dumont.

Aconteceu neste fim de semana a estreia do espetáculo “Além do Ar – Um Musical inspirado em Santos Dumont”, que agitou três noites em Campos do Jordão, começando dia 22. Trata-se do novo projeto original da Fundação Lia Maria Aguiar, que escolheu honrar o maior nome brasileiro da Aviação, Alberto Santos Dumont, em uma superprodução cheia de escolhas criativas e soluções cênicas especiais.

A noite para convidados, no dia 23, contou com a presença de Dona Lia Maria Aguiar, fundadora da instituição que fomenta a cultura e bem-estar social em Campos do Jordão, o diretor Luiz Goshima, membros da diretoria da Fundação, e Ricardo Magalhães, vice-presidente do Instituto que leva o nome do ícone brasileiro homenageado. Também marcaram presença nas primeiras noites artistas como a atriz e cantora Alessandra Maestrini, os atores Osmar Silveira, Fabiano Augusto e Diego Velloso, e apresentadora MariMoon, além de jornalistas como Ubiratan Brasil, editor-chefe do Caderno de Cultura do Estadão, o colunista Marcelo Bandeira,e a apresentadora Ana Paula Torquetti, da Record Vale. Já no domingo, 24, o espetáculo recebeu membros da imprensa de cultura e entretenimento de São Paulo, em uma ação inédita para a Fundação, e que somaram ao todo 11 veículos de alcance local, nacional e até mesmo internacional, sendo alguns deles especializados no universo em constante crescente do teatro musical.

Sobre o Espetáculo

O musical iniciou sua curta temporada no Auditório Claudio Santoro com nomes que já se tornaram referência no teatro e TV, como Cássio Scapin, que vive o protagonista junto com André Torquato. No elenco ainda Mira Haar, Felipe Carvalhido, Pedro Arrais, Dante Paccola, Thiago Claro França e Giselle Tigre. A mágica em cena se completa com a presença de 42 crianças e jovens do Núcleo de Teatro da instituição, coordenado por Viviane Santos, entre eles, Raí Palma e Francisco Arruda, que têm a função de dividir o papel do homenageado junto a Scapin e Torquato, representando quatro importantes fases da vida do inventor e completando todo o ciclo de desenvolvimento, da infância aos últimos dias da fase adulta.

Essa homenagem fora de época já foi de imensa alegria quando a família foi contatada, eles estavam preocupados se poderiam autorizar, mas é claro que pode, sempre pode se falar de Santos Dumont, e melhor que fale bem. Por tudo que vi aqui fala-se mais que muito bem, é uma inspiração e muito ‘além do ar’, então isso é muito bonito, principalmente pelas questões das gerações, então os próprios atores que encenam, fazendo quatro fases de Dumont, vendo seus sonhos, sua determinação.

Tenho certeza, pela dedicação e os bons trabalhos que a Fundação já apresenta ao longo desses 11 anos, acredito que será um dos musicais mais maravilhosos que o Brasil já teve”, celebra Ricardo Magalhães, vice-presidente do Instituto Alberto Santos Dumont.

Longe de projetar uma cronologia, o texto escrito por Fernanda Maia, com colaboração de Thiago Gimenes, responsável pela direção musical, letra e música de 14 canções originais, e também de Viviane Santos, contrapõe passado, presente e futuro em diversos momentos, como se conhecidos de dentro da mente do inventor. A direção geral de Gimenes ao lado de Keila Fuke, que também se divide em duas frentes, coreografias e direção de movimento, se encarrega de conduzir os atos heróicos, os pensamentos conflitantes e as lembranças saudosas da mente inquieta e curiosa de Dumont, cumprindo sua missão de levar adiante a trajetória deste mineiro do município de Palmira (hoje rebatizado em honra a ele). O Espetáculo resgata não só as memórias e a valorização deste que mudou a história, mas também promove enriquecimento cultural e artístico aos alunos da Fundação e aos demais envolvidos, além de passar mensagens importantes sobre a necessidade de acreditar, persistir e conquistar aquilo que se sonha.

“Acreditamos que trazer histórias cheias de magia e emoção é uma maneira de abordar assuntos importantes para a sociedade de uma forma lúdica, inspirando a reflexão ao mesmo tempo em que surpreendemos o público com a qualidade artística dos nossos alunos. E, através desse pensamento, o Núcleo de Teatro ganhou forma e alcançou o prestígio atual, indo além do comprometimento com a técnica e se preocupando com a formação cidadã dos alunos”, considera Luiz Goshima, Diretor da Fundação Lia Maria Aguiar.

Além da narrativa arrojada, lúdica, com pitadas de humor e muita emoção, onde os fragmentos de uma vida cheia de altos e baixos podem ser conhecidos de forma sutil e delicada, o espetáculo conta com números superlativos e enche os olhos por sua engenhosidade. Ao todo, o prestigiado Fábio Namatame assina 250 figurinos de época para o musical, que conta ainda com mais de 30 perucas assinadas pelo visagista Claudinei Hidalgo. Destaca-se também na produção assinada por Leonardo Faé, a cenografia dor irmãos Chris e Nilton Aizner, com escolhas leves e opções multiuso que misturam escadas e celeiros de ideias aos protótipos, pipas e balões do premiado engenheiro Ken Yamazato, reforçando ainda mais a atmosfera mágica junto da iluminação de Rodrigo Alves e o desenho de som de Tocko Michelazzo.

FLMA mobiliza escolas municipais de Campos do Jordão em concurso cultural com tema sobre Santos Dumont

Instituições de ensino construíram protótipos do famoso 14-BIS para concorrer a prêmios estimados em até R$ 20 mil. Modelos estarão expostos durante temporada do musical “Além do Ar”.

Com o propósito de estimular a criatividade e fomentar o resgate da importância do Brasil na história na Aviação, a Fundação Lia Maria Aguiar realizou um concurso cultural para as escolas municipais de Campos do Jordão. Os estudantes, em conjunto com o corpo docente, aceitaram o desafio de desenvolver um protótipo do 14-BIS, o famoso modelo desenvolvido por Santos Dumont, responsável pelo voo histórico no Campo de Bagatelle, em Paris, entre outros feitos.

A iniciativa, que teve especialmente como intuito incentivar à educação e promover valores, está atrelada a grande homenagem prestada ao aviador pela instituição, que, para celebrar tal memória e importância, adaptou sua vida e obra para os palcos com a produção do espetáculo original “Além do Ar – Um Musical Inspirado em Santos Dumont”, escrito por Fernanda Maia e dirigido por Keila Fuke e Thiago Gimenes, que chega dia 22 de novembro ao palco do Auditório Claudio Santoro, localizado em Campos do Jordão, para apenas sete apresentações até 1º de dezembro.

O projeto multidisciplinar mobilizou direta e indiretamente 14 escolas da cidade, sendo nove do Ensino Fundamental I e 5 do Ensino Fundamental II. Cada unidade selecionou alunos, professores e contou com o apoio de familiares e amigos para reunir as mais criativas ideias e colocá-las em prática no desenvolvimento dos protótipos que deveriam seguir algumas regras de construção, como ter 1 metro de comprimento e até 1,2 metro de envergadura, com tolerância de até 10 centímetros (a mais ou a menos nas medidas do projeto). O formato da apresentação e a escolha dos materiais utilizados, livre de orientações, resultou em uma sequência de demonstrações autênticas, divertidas e também emocionantes, onde foi possível conhecer cada processo de estudo e realização, capaz de unir, divertir e ensinar os envolvidos.

“Foi muito legal ver a dedicação de todos. Muito além de buscar réplicas exatas do 14 Bis, nós quisemos incentivar o que pregamos na Fundação, que é o trabalho em equipe, ver pessoas melhores, pessoas que se ajudam, que veem oportunidades novas, estudam coisas diferentes, foi principalmente isso que tentamos avaliar para chegar à decisão final”, explicou Alexandre Milla, membro da direção da FLMA, minutos antes de anunciar os projetos escolhidos.

Os modelos foram expostos na sede do Núcleo de Teatro da Fundação e analisados por uma Comissão representada por Milla, o engenheiro de pipas Ken Yamazato – responsável por parte da cenografia do musical – e Ricardo Magalhães, representante da família de Dumont e vice-presidente do Instituto que leva seu nome. Encantados e satisfeitos com o resultado apresentado por todos os participantes, os jurados, que tinham a missão de escolher, entre todos os concorrentes, cinco para que ficassem expostos no foyer do Auditório onde será apresentado o musical, acabaram por permitir que todos tenham visibilidade, porém apenas três deles foram premiados com quantias em dinheiro destinadas à melhorias e benfeitorias às escolas responsáveis.

Em 3º lugar ficou a instituição E.M Dr. Tancredo de Almeida Neves, que se destacaram pela engenharia do projeto, já em 2º lugar ficou a E.M Elizabeth J. de Andrade, que conquistou pela originalidade nas escolhas, e liderando a lista ficou a E.M Frei Orestes Girardi, que surpreendeu desde a execução de sua apresentação, usando da prática da encenação, até as escolhas de construção do avião, que abriu mão do visual antigo e apostou em um 14-BIS do futuro, com proposta de energia solar.

“Este concurso foi muito mais do que eu esperava. É uma emoção muito grande ver que hoje, em virtude de um musical em uma cidade, que, teoricamente não teria a ver com aviação e Santos Dumont, exceto por ser uma das mais altas do Brasil (risos), que ele foi capaz de inspirar todas as escolas a desenvolverem trabalhos impressionantes, que envolveram os professores, os alunos e os pais, e sem que tenhamos uma data comemorativa para isso. O resultado é esplendoroso, não tem outra palavra. Santos Dumont sempre se dedicou muito, assim como todos aqui. Foi lindo, porque eles tiveram um tempo exíguo, um mês e pouquinho apenas, então realmente foi um trabalho maravilhoso. Quando tivemos o centenário, não houve um resultado tão grande quanto esse. Impressionante”, celebrou emocionado Ricardo Magalhães, vice-presidente do Instituto Alberto Santos Dumont.

Campos do Jordão recebe 2º encontro de Carros Antigos com mais de 50 veículos

Atração integra a programação de fim de ano da Fundação Lia Maria Aguiar, responsável pela construção do Museu-Escola que abrigará centenas de carros especiais em 2021.

O fim de semana prolongado, que começou com o feriado de 15 de novembro, agitou as principais ruas e praças de Campos do Jordão, entre elas a do Capivari, que recebeu mais de 50 automóveis de diversas partes do mundo, entre esportivos, clássicos e raros. Os modelos ali expostos, atualmente sob os cuidados da Fundação Lia Maria Aguiar, responsável pelo evento, pertenceram ao maior colecionador que o Brasil já teve, Og Pozzoli falecido em 2017 aos 87 anos e, que alimentou por décadas o sonho – prestes a se realizar – de ter todos os seus bens mais preciosos reunidos em único lugar.

A tenda principal, que recebeu mais de cinco mil pessoas, abrigava os modelos Hispano Suiza (1911), encontrado em uma oficina mecânica por Roberto Lee – um dos primeiros colecionadores do país – e reconstruído a mais de 50 anos, Fiat 15 Bis (1912), com uma carroceria do tipo ‘Jardineira’ usada para transportar um pequeno coletivo de passageiros, Chrysler Imperial L80 (1928), que transportou a Princesa Michiko do Japão e o Papa João Paulo II em uma viagem de Aparecida à São José dos Campos, Chrysler Imperial (1938), adquirido pelo governo do Estado de Minas Gerais para transportar o então presidente do Brasil, Getúlio Vargas, que chegou a desfilar no também exposto Lincoln Model K (1938), bem como o Papa. Tido como carro oficial, ele transportou ainda outras célebres autoridades como Charles Gaulle e Rainha Elizabeth II.

Durante três dias, 15, 16 e 17, os moradores e turistas de uma das mais charmosas cidades do Serra da Mantiqueira, que teve recorde de público na cidade, puderam conferir uma programação cultural e musical capaz de promover uma verdadeira viagem no tempo, e que atraiu olhares apaixonados e curiosos não só para as ‘obras de arte sobre quatro rodas’, mas também para os shows temáticos que embalaram a Concha Acústica e relembraram sucessos de nomes como Elvis Presley e ABBA, além da banda Serial Funkers, com conhecida passagem pelo reality SuperStar da Rede Globo.

A exposição, que reuniu uma pequena amostra do que se pode esperar do futuro Museu-Escola, com previsão de inauguração para 2021, pode ser considerada um sucesso na missão de seus realizadores, missão essa que vai além de entreter. De acordo com o diretor da Fundação Lia Maria Aguiar, Luiz Goshima, o evento colabora com a preservação e valorização da história automobilística. “Contribuir para o enriquecimento cultural da população também incentivou a Fundação a investir nesse projeto”, explica ele, referindo-se também às obras já iniciadas do novo projeto social, que não só promoverá o fortalecimento do turismo local, como também irá capacitar jovens na arte de restaurar veículos antigos. Assim como já acontece na Arte, com dança, música e teatro, a cidade contará com núcleos de aprendizado e ensino profissionalizante em diversas áreas e segmentos de atuação relacionados à cultura do automóvel, ampliando ainda a oportunidade de emprego na região.

Abertura do Natal dos Sonhos Marca Feriado Prolongado em Campos do Jordão

O tradicional acender das luzes de natal e chegada do Papai Noel início da programação de fim de ano da Fundação Lia Maria Aguiar.

O público que passou pela cidade no último fim de semana, pôde desfrutar da abertura do ‘Natal dos Sonhos’, com sua decoração especial que enfeita praças, ruas e o comércio local até o dia 05 de janeiro. Na noite do dia 15 de novembro, a Fundação Lia Maria Aguiar, em parceria com a prefeitura da cidade, deu cor e luz à tradicional Praça do Gazebo, na Abernéssia, com uma grande abertura focada na união de visitantes e população jordanense, que passa a contar nesta época do ano com uma espécie de parque temático natalino a céu aberto, onde brinquedos tradicionais ganham uma cara especial. As crianças podem agora brincar em um balanço que remete a bolas de Natal, em gangorras e gira-giras decorados com presentes cenográficos e até uma árvore de Natal gigante com um escorregador que sai de dentro dela, contornando um dos mais conhecidos símbolos natalinos.

O show de luzes contou com a presença do Papai Noel e da fundadora da instituição, Dona Lia Maria Aguiar, que partiram juntos do famoso Portal da Cidade ao encontro do prefeito Frederico Guidoni. Na ocasião, centenas de pessoas ali presentes puderam apreciar o coral das crianças e jovens do Núcleo de Música da FLMA, que apresentaram canções natalinas e serviram também de trilha sonora especial para importantes discursos, como o de Guidoni, que ressaltou o valor do trabalho social, educacional e cultural exercido pela Fundação há mais de 10 anos, e que, até o fim de 2019, ainda vai movimentar muito a cidade com sua extensa programação gratuita, entre shows e peças teatrais.

Veja o álbum

Confira a programação completa da FLMA para o Natal dos Sonhos 2019:

23 DE NOVEMBRO

Espetáculo ‘Um presente para Maria’

15h – Concha Acústica

Show Cecília Militão

18h – Concha Acústica

24 DE NOVEMBRO

Camerata De Violões Lar Das Crianças

11h – Concha Acústica

30 DE NOVEMBRO

Show Tetê Prezotto

15h – Concha Acústica

Coro Infantojuvenil

18h – Concha Acústica

01 DE DEZEMBRO

Show Sara Milca

18h – Concha Acústica

07 DE DEZEMBRO

Espetáculo ‘Um presente para Maria’

15h – Concha Acústica

Coral Adorart

20h – Concha Acústica

08 DE DEZEMBRO

Orquestra Regional de Campos do Jordão

11h – Concha Acústica

14 DE DEZEMBRO

Coral Nossa Voz

15h – Concha Acústica

Coral Pentágono

20h – Concha Acústica

15 DE DEZEMBRO

Um Show de Natal

11h – Concha Acústica

21 DE DEZEMBRO

Corrida Iluminada

16h30 – Corridinha Infantil

18h – CÃOrrida

18h30 – Corrida e Caminhada

Praça do Capivari

22 DE DEZEMBRO

Um Show de Natal

11h – Concha Acústica

24 DE DEZEMBRO

Orquestra Regional de Campos do Jordão

15h – Concha Acústica

Orquestra Infantojuvenil

16h – Concha Acústica

Campos do Jordão ganha decoração e programação cultural especial de Natal

Fundação Lia Maria Aguiar promove show de luzes na cidade com muita música, dança e teatro.

Acontece em Campos do Jordão mais uma edição do Natal dos Sonhos que promete momentos de muita magia para aqueles que amam as decorações da data mais aguardada do ano. A cidade, que já tem como característica ser iluminada, ganha ainda mais brilho com a ajuda da Fundação Lia Maria Aguiar, que desde 2008 promove, com o apoio da Prefeitura Municipal, um clima todo especial para quem visitar o local entre os dias 15 de novembro e 05 de janeiro de 2020.

Mergulhando no mundo da imaginação, cada detalhe te convidará a viver esse momento de forma lúdica a partir desta sexta-feira, 15 de novembro, às 20h, quando o público poderá acompanhar a chegada do Papai Noel na Praça do Gazebo, além do tradicional acender das luzes, marcando assim a abertura de uma rica programação de Natal com atrações culturais que acontecem até 24 de dezembro.

Ligada ao Natal desde sua criação, há 11 anos, a instituição, que realizou sua primeira ação com uma ‘Parada’ temática, ampliou seu carinho e dedicação ao evento e aposta cada vez mais em uma uma série de atrações culturais. Considerada uma tradição na Serra da Mantiqueira, moradores e turistas de diversas cidades se encantam por cada detalhe, responsável por transformar os principais pontos turísticos da cidade, como o Portal da Cidade e as praças do Capivari e do Gazebo, em ambientes ainda mais instagramáveis – os famosos cenários ideais para se fazer boas fotos -, ao mesmo tempo que divertem e emocionam com muita música, dança, teatro. O calendário conta também com a já conhecida Corrida Iluminada, cujo trajeto segue pelas charmosas ruas do Capivari e, que neste ano contará com as categorias adulto, infantil e cãorrida, que terá a chegada marcada por uma divertida comemoração e a recepção do Papai Noel.

“A Fundação Lia Maria Aguiar acredita que o espírito natalino também é capaz de estimular sonhos e gerar novas perspectivas. Pensando nisso, promovemos neste ano diversas atrações culturais no palco da Praça do Capivari, além da tradicional decoração que ilumina e deixa os pontos de Campos do Jordão ainda mais encantadores”, conta a senhora Lia Maria Aguiar, presidente da instituição.

Confira a programação completa da FLMA para o Natal dos Sonhos 2019:

23 DE NOVEMBRO

Espetáculo ‘Um presente para Maria’

15h – Concha Acústica

Show Cecília Militão

18h – Concha Acústica

24 DE NOVEMBRO

Camerata De Violões Lar Das Crianças

11h – Concha Acústica

30 DE NOVEMBRO

Show Tetê Prezotto

15h – Concha Acústica

Coro Infantojuvenil

18h – Concha Acústica

01 DE DEZEMBRO

Show Sara Milca

18h – Concha Acústica

07 DE DEZEMBRO

Espetáculo ‘Um presente para Maria’

15h – Concha Acústica

Coral Adorart

20h – Concha Acústica

08 DE DEZEMBRO

Orquestra Regional de Campos do Jordão

11h – Concha Acústica

14 DE DEZEMBRO

Coral Nossa Voz

15h – Concha Acústica

Coral Pentágono

20h – Concha Acústica

15 DE DEZEMBRO

Um Show de Natal

11h – Concha Acústica

21 DE DEZEMBRO

Corrida Iluminada

16h30 – Corridinha Infantil

18h – CÃOrrida

18h30 – Corrida e Caminhada

Praça do Capivari

22 DE DEZEMBRO

Um Show de Natal

11h – Concha Acústica

24 DE DEZEMBRO

Orquestra Regional de Campos do Jordão

15h – Concha Acústica

Orquestra Infantojuvenil

16h – Concha Acústica

Encontro de Carros Antigos promete viagem no tempo em Campos do Jordão

Cidade serrana terá três dias de programação para fãs de carros antigos e shows de rock e soul promovida pela Fundação Lia Maria Aguiar.

Campos do Jordão recebe a partir desta sexta-feira, 15, o 2º Encontro de Carros Antigos, evento que, neste ano, reúne especialmente uma pequena parte do acervo de veículos que estarão expostos no futuro Museu-Escola, previsto para ser inaugurado na cidade em 2021 com centenas de modelos. Promovido pela Fundação Lia Maria Aguiar, a instituição pretende cativar não só os entusiastas do automobilismo, bem como as pessoas da região.

Durante o feriado prolongado, dias 15, 16 e 17 de novembro, moradores, visitantes e fãs do tema poderão conferir gratuitamente na Praça do Capivari modelos de carros raros, entre antigos e especiais, que vão dos clássicos aos esportivos. A mostra reúne cerca de 50 modelos que pertenceram ao maior colecionador de carros antigos que o Brasil já teve, Og Pozzoli (1930-2017), e que desde 2018 estão sob os cuidados e a administração da instituição FLMA, empenhada em realizar um dos maiores desejos do aficcionado por joias raras de quatro rodas: reunir toda as suas aquisições ao longo de uma vida em um grande museu.

“Contribuir para o enriquecimento cultural da população também incentivou a Fundação a investir nesse projeto, que pretende preservar e valorizar a história automobilística. Tendo em mãos um acervo especial e com a obra do Museu-Escola já em andamento, vamos realizar a segunda edição do nosso Encontro, que reúne carros especiais dando uma prévia do que será esse projeto no futuro”, diz Luiz Goshima, diretor da Fundação.

Com uma série de atrações, o público presente fará uma verdadeira viagem no tempo, não apenas ao apreciar veículos de todas as épocas, brasileiros, americanos e europeus, como também uma agenda musical com atrações especiais e shows exclusivos, relembrando sucessos de nomes como Elvis Presley e ABBA. No dia, 15, a primeira apresentação homenageia o “rei do rock” às 16h, já sábado, também às 16h, quem se apresenta é a banda Serial Funkers, que ficou especialmente conhecida após sua participação no reality SuperStar da Rede Globo, enquanto no domingo é a vez do som do ABBA tomar conta do evento, encerrando as atividades a partir das 15h.

O Encontro de Carros Antigos faz parte da programação cultural de fim de ano realizada pela Fundação Lia Maria Aguiar, dedicada há mais de 10 anos a oferecer entretenimento e desenvolver a cultura local, e que receberá ainda, nas próximas semanas, apresentações musicais inéditas e espetáculos teatrais.

Museu-Escola

A obra em andamento, com previsão de inauguração em 2021, prevê a abertura do Museu-Escola, indo além da exposição de centenas de carros e do fortalecimento do turismo local. Junto com o espaço será lançado um novo projeto social, voltado à capacitação de jovens na arte de restaurar veículos antigos. Para isso, assim como já acontece com os programas culturais, de Dança, Música e Teatro, serão criados Núcleos de aprendizado e ensino profissionalizante em diversas áreas e segmentos de atuação relacionados à cultura do automóvel, e que contribuirão com a oferta de empregos da região.

SERVIÇO:

2º Encontro de Carros Antigos – Fundação Lia Maria Aguiar

Local: Praça do Capivari – Campos do Jordão

Dias: 15, 16 e 17 de novembro

Acesso gratuito

FLMA promove quatro dias de muita arte e agita Campos do Jordão e Santo Antônio do Pinhal com ‘Festival de Música’

Nos dias 31 de outubro e 01, 02 e 03 de novembro as cidades de Campos do Jordão e Santo Antônio do Pinhal foram palco de uma programação cultural repleta de atrações musicais. O público presente pôde desfrutar das mais variadas manifestações artísticas, sendo 17 ao todo, que foram de shows com grandes nomes da música brasileira até orquestras com participação internacional.

O ‘Festival de Música’ da Fundação Lia Maria Aguiar foi aberto na Concha Acústica pelo show de Preta Gil, que animou uma plateia de mais de duas mil pessoas ao som do seu hit ‘Sinais de Fogo’ entre outras canções conhecidas nas vozes de nomes como Pabllo Vittar, Claudinho & Buchecha, Simone & Simaria e Wesley Safadão. A noite contou com a presença da fundadora Lia Maria Aguiar, que prestigiou também um dos momentos mais especiais do show, marcado pela apresentação dos alunos no Núcleo de Música da FLMA, que uniram vozes com a artista ao som da canção ‘Andar com Fé’.

“Muito orgulho de estar aqui e poder ver o que essa mulher faz por essas crianças, por essa cidade. Eu disse a ela hoje, que quero ser igual a ela quando eu crescer. Obrigada pela oportunidade”, celebrou Preta após a apresentação do número em conjunto.

Na segunda noite, Campos do Jordão recebeu no mesmo palco o talento de Roberta Campos, que entre sucessos conhecidos como ‘De Janeiro a Janeiro’ e ‘Varrendo a Lua’, dividiu os vocais de ‘Minha Felicidade’, tema de abertura da novela ‘Sol Nascente’, com a aluna Flávia Beatriz Alves da Costa, em uma apresentação que levou a cantora a demonstrar toda sua admiração pelo trabalho feito pela Fundação. “Eu vim de uma cidade pobre, de uma família simples, e a arte também me transformou, a música me salvou”, relembrou ela.

Simultaneamente o Auditório Municipal (CEI), em Santo Antônio do Pinhal, recebeu a presença da cantora Tiê, autora de canções como ‘A Noite’ e ‘Piscar o Olho’, e que apresentou, ao lado da aluna Juliana Ferreira, do Núcleo de Teatro da FLMA, a música ‘Pra Amora’, que fala da importância de saber ouvir a voz do coração, ter alguém para conversar e respeitar como se é.

O Festival de Música caminhou para a penúltima noite recebendo a cantora Zélia Duncan no Auditório Claudio Santoro. De casa cheia e na presença de Dona Lia Maria Aguiar, ela escolheu um repertório voz e violão recheado de sucessos como ‘Catedral’ e ‘Enquanto Durmo’, mas foi em ‘Só Pra Lembrar’ que a emoção tomou conta, ao receber os alunos do Núcleo de Teatro da FLMA, que deixaram na artista e no público a vontade de ver outras canções em parceria.

Encerrando a programação, o domingo de sol na Concha Acústica, na Praça do Capivari, em Campos do Jordão, foi marcado pela presença da Banda Sinfônica Municipal de Sibaté, da Colômbia, que trouxe ao Brasil as principais referências de sua música e, em uma união com os alunos-músicos da Fundação, mostrou a importância do intercâmbio de culturas e de se preservar tudo o que é construído pela Fundação. “O que vocês têm aqui, não existe em nenhum outro lugar do mundo”, disse o Maestro colombiano Diego Armando Vasquez Rivera.

Outras atrações conduziram os quatro dias de muita música, como o show da cantora Luana Camarah, vencedora do reality online ‘Malta – Faça Parte Desse Sonho’, que escolheu a vocalista da banda Malta – conhecida após ganhar o programa Superstar, na época com outro líder nos vocais. Grupos e bandas como ‘Blues de Dois’, ‘Banda Bidu Sous Band’, ‘Alex Campelo Trio Jazz’ e o Projeto Montanh’arte também integraram a programação que agitou as duas cidade da Serra da Mantiqueira.

Processo Seletivo 2020

Entre os dias 28 de outubro e 03 de novembro, crianças e jovens moradores de Campos do Jordão, poderão se inscrever para o processo seletivo dos programa socioculturais da Fundação Lia Maria Aguiar.

A seletiva será realizada para preencher vagas nos núcleos de Dança, Música e Teatro, onde os alunos terão uma formação artística e o desenvolvimento do caráter cidadão.

Para participar da seleção é necessário residir em Campos do Jordão, ser estudante da rede pública municipal, estadual ou particular de ensino (pelo menos 80% das vagas são destinadas a estudantes de escola pública), ter renda familiar de até um salário mínimo por pessoa e ter nascido entre 01/04/2001 e 31/03/2014  (para os núcleos de Dança e Música) e entre 01/04/2001 e 31/03/2012 (para o Núcleo de Teatro). Não é necessário ter conhecimentos prévios de música, teatro ou dança para se matricular.

As inscrições para a seletiva vão acontecer somente pelo site e cada interessado deverá se inscrever em somente um núcleo. Leia o manual do candidato antes de realizar sua inscrição.

Festival de Música leva nomes da MPB e outros artistas a Campos do Jordão e Santo Antônio do Pinhal

Com quatro dias de música, evento recebe Preta Gil,  Zélia Duncan, Roberta Campos, Tiê e Luana Camarah, além dos talentos da instituição, orquestras, bandas e muito mais.

A partir do dia 31 de outubro a Serra da Mantiqueira recebe o Festival de Música, promovido desde 2010 pela Fundação Lia Maria Aguiar. Entre grandes vozes do mercado fonográfico, talentos dos núcleos socioculturais da instituição e bandas e grupos musicais, uma das grandes novidades deste ano é a realização do evento em duas cidades simultaneamente, Campos do Jordão, onde acontece a 8ª edição, e Santo Antônio do Pinhal, que entra pela primeira vez no roteiro de apresentações.

Neste ano, a Música Popular Brasileira toma conta da programação do Festival com a participação de artistas renomados no circuito. Quem inicia o evento é Preta Gil, com seu show ‘Bloco da Preta’, no dia 31 de outubro, a partir das 20h em uma apresentação gratuita na Concha Acústica de Campos do Jordão. Abrindo o mês de novembro está Roberta Campos, com o show do novo DVD ‘Todo Caminho é Sorte’ versão voz e violão, também gratuito na na Concha Acústica de Campos às 20h. Já no sábado, 02, Zélia Duncan se apresenta no Auditório Claudio Santoro, no formato voz e violão, novamente a partir das 20h, com ingressos à R$40 inteira e R$20 meia-entrada.

Em Santo Antônio dos Pinhal, quem abre o Festival de Música é Tiê, com o show de sua nova turnê, ‘Dix’, no Auditório Municipal do CEI, às 20h, com ingressos custando R$20 inteira e R$10 meia entrada. Já no dia seguinte, Luana Camarah, comanda o evento na cidade a partir das 17h. O show da cantora vencedora do reality online ‘Malta – Faça Parte Desse Sonho’, escolhida para assumir o posto de vocalista da banda, será realizado gratuitamente na Praça do Artesão.

Além de trazer boa música e diversidade à programação local, o aguardado Festival de Música também terá momentos especiais. Durante os shows, cada uma das cantoras contará com a participação de crianças e jovens dos Núcleos artísticos da Fundação Lia Maria Aguiar e apresentarão em conjunto com canções do repertório das convidadas, trazendo um toque especial em cada show.

Os alunos do Coro Infantojuvenil do Núcleo de Música sobem ao palco com Preta Gil, já os alunos do Coral do Núcleo de Teatro Musical se apresentam com Zélia Duncan, enquanto as cantoras Roberta Campos e Tiê terão a presença de talentos dos núcleos de Música e Dança. Dessa forma, a Fundação aproxima os jovens da Arte, fator transformador na busca por formar cidadãos melhores através do estudo e da troca única de experiências culturais.

“Com uma programação variada e de qualidade, o nosso Festival de Música é capaz de aproximar a comunidade de artistas renomados de diferentes ritmos, integrando a população e a arte.

No aprendizado, o Festival oferece também uma troca de conhecimento entre artistas profissionais e os jovens jordanenses, a música tem o poder de despertar emoções, unindo propósitos e transformando vidas” conta Luiz Goshima, diretor da Fundação.

Outros talentos da Fundação também integram a programação das cidades serranas com apresentações intercaladas às das artistas convidadas. A Camerata de Violões FLMA apresenta seu repertório dia 01 às 17h na Concha Acústica, em Campos do Jordão, e dia 02 às 13h na Praça do Artesão, em Santo Antônio do Pinhal. Já a Orquestra Livre FLMA se apresenta no dia 01 às 13h na Praça do Artesão e dia 02 às 13h na Concha Acústica. As apresentações são todas gratuitas.

Grupos e bandas musicais como ‘Blues de Dois’, ‘Banda Bidu Sous Band’, ‘Alex Campelo Trio Jazz’, ‘Banda Sinfônica Municipal de Sibaté’, com 60 músicos vindos da Colômbia, o Projeto socioeducativo Monta’nhart, de Santo Antônio do Pinhal, e o cantor Cássio Vaz também se apresentam nas duas cidades entre os dias 01, 02 e 03.

O Festival de Música é parte da completa Agenda Cultural promovida anualmente pela Fundação Lia Maria Aguiar, que teve início em 03 de outubro com o 3º Concerto do Núcleo de Música, seguido do Ballet ‘Baile dos Graduados’, se estendendo até 06 de janeiro de 2020 com uma programação diversificada e as grandes atrações natalinas.

SERVIÇO:

Campos do Jordão

Preta Gil

Data: 31 de outubro

Horário: 20h

Local: Concha Acústica

Atração gratuita

Camerata de Violões FLMA

Data: 01 de novembro

Horário: 17h

Local: Concha Acústica

Atração gratuita

Roberta Campos

Data: 01 de novembro

Horário: 20h

Local: Concha Acústica

Atração gratuita

Blues de Dois

Data: 02 de novembro

Horário: 11H

Local: Concha Acústica

Atração gratuita

Orquestra Livre FLMA

Data: 02 de novembro

Horário: 13h

Local: Concha Acústica

Atração gratuita

Banda Bidu Sous Band

Data: 02 de novembro

Horário: 17h

Local: Concha Acústica

Atração gratuita

Zélia Duncan

Data: 02 de novembro

Horário: 20h

Local: Auditório Claudio Santoro

Ingresso: R$40 (R$20 meia-entrada)

Alex Campelo Trio Jazz

Data: 03 de novembro

Horário: 11h

Local: Concha Acústica

Atração gratuita

Banda Sinfônica Municipal de Sibaté, Colômbia

Data: 03 de novembro

Horário: 15h

Local: Concha Acústica

Atração gratuita

Santo Antônio do Pinhal

Orquestra Livre FLMA

Data: 01 de novembro

Horário: 13h

Local: Praça do Artesão

Atração gratuita

Projeto Montanh’arte

Data: 01 de novembro

Horário: 16h

Local: Praça do Artesão

Atração gratuita

Tiê

Data: 01 de novembro

Horário: 20h

Local: CEI (Auditório Municipal)

Ingresso: R$20 (R$10 meia-entrada)

Camerata de Violões FLMA

Data: 02 de novembro

Horário: 13h

Local: Praça do Artesão

Atração gratuita

Projeto Montanh’arte

Data: 02 de novembro

Horário: 16h

Local: Praça do Artesão

Atração gratuita

Luana Camarah

Data: 02 de novembro

Horário: 17h

Local: Praça do Artesão

Atração gratuita

Blues de Dois

Data: 03 de novembro

Horário: 11H

Local: Praça do Artesão

Atração gratuita

Cássio Vaz

Data: 03 de novembro

Horário: 16H

Local: Praça do Artesão

Atração gratuita