O Encantador Espetáculo Maria Borralheira

Com uma readaptação do clássico infantil “Cinderela”, o Núcleo de Dança inova na apresentação com a junção do ballet clássico e das danças folclóricas

Nos dias 22 e 23 de setembro, o Auditório Cláudio Santoro abrigou os pais e familiares dos alunos do Núcleo de Dança da Fundação Lia Maria Aguiar, que, ansiosos, aguardavam a inesquecível apresentação preparada por toda equipe.

O enredo já era conhecido, o clássico infantil “Cinderela”, mas a forma com que a história estava sendo contada era totalmente diferente e encantadora. O Núcleo decidiu apresentar um espetáculo enfatizando a rica cultura do norte e nordeste do nosso país e eles simplesmente surpreenderam.

Maria Borralheira se passou no interior do Sergipe e seguindo a tradicional narração, conta a história de uma menina órfã que, apesar de muitas contradições, não deixa de acreditar nos seus sonhos. Além da incrível readaptação do enredo e da mensagem motivadora que o espetáculo trouxe, outra inovação fez parte desse projeto: a inserção das tradicionais danças folclóricas. Como uma forma de incentivar a cultura brasileira, os alunos puderam aprender um pouco mais sobre essas tradições e aliar ao ballet clássico em construções incríveis.

A apresentação reuniu as primeiras turmas do Núcleo e apesar da pouca idade, os pequenos demonstraram todo o talento e encantaram os pais e familiares com a execução perfeita das coreografias. Outra característica do espetáculo foi a responsabilidade ambiental, o cenário e os figurinos foram todos feitos a partir de material reciclado ou com o reaproveitamento de peças já existentes, o que tornou a apresentação ainda mais bonita.

Foram meses de ensaio e muita dedicação dos professores, colaboradores e alunos para que o espetáculo fosse um sucesso e nada mais justo do que colher exatamente os frutos que foram plantados. Por isso, as duas noites de apresentação acabaram com muita alegria, carinho e claro, um orgulho enorme de todos os alunos e equipe do Núcleo de Dança.

 

Confira alguns momentos dessa apresentação:

Campeonato de Dia dos Pais

Com gols e muita diversão, pais e filhos puderam compartilhar momentos de carinho e alegria em celebração dessa data especial

Na tarde ensolarada do dia 11 de agosto, o campo da escola Frei Orestes Girardi ficou pequeno para tanta diversão. Entre chutes, faltas e gols, os pais dos alunos dos três núcleos socioculturais da Fundação Lia Maria Aguiar brincaram na agradável disputa preparada pela instituição.

Os alunos acostumados a brilharem nos palcos, nesse dia inverteram os papéis e formaram a animada torcida que levantou os jogadores durante a partida. Os professores e colaboradores também marcaram presença e ajudaram a animar ainda mais a tarde de brincadeiras.

Os times de craques formados pelos corajosos pais se enfrentaram de maneira descontraída e disputaram o tão sonhado troféu de campeões. Mesmo que todos não tenham alcançado o título maior, a FLMA incentivou o momento de partilha em família e presenteou todos com a medalha de participação. Mostrando que muito além de ganhar ou perder, a partilha de momentos felizes é a verdadeira vitória.

Confira como foi essa divertida disputa em comemoração ao Dia dos Pais:

 

Uma festança à moda caipira

A Festa Junina da Fundação Lia Maria Aguiar animou os presentes com brincadeiras típicas e muita alegria

Na fria tarde do último sábado, dia 16, os trajes caipiras saíram do armário e a animação aqueceu o Centro de Eventos na Festa Junina da FLMA. O espaço estava todo decorado, bandeirinhas e enfeites deixaram o ambiente ainda mais animado para receber os convidados.

A festa foi embalada ao som de muita música e o agito não deixou ninguém parado. Os Núcleos socioculturais encantaram os presentes com as divertidas apresentações preparadas para a festa junina. Entre forró, dança da fita e uma quadrilha maluca de personagens, os alunos se divertiram e animaram os convidados.

Os professores e colaboradores estavam à frente das barracas para servir aos presentes as deliciosas comidas típicas. As brincadeiras tradicionais também marcaram presença na festa junina da FLMA, a pescaria fez sucesso com as crianças e a cadeia foi a favorita dos adultos.

A celebração aconteceu durante toda a tarde de sábado e reuniu alunos, familiares e a população jordanense em momentos de descontração e diversão. Para fechar com chave de ouro, a animada quadrilha abrilhantou o local e os presentes puderam se divertir na tradicional dança caipira.

 

Veja os momentos dessa animada festança: