Fundação Lia Maria Aguiar abre processo seletivo para 2022

Crianças e jovens de Campos do Jordão poderão se inscrever para vagas nos cursos dos núcleos de Música, Dança e Teatro.

A Fundação Lia Maria Aguiar reafirma seu compromisso com a formação social e artística da juventude de Campos do Jordão com a abertura de mais um processo seletivo para os cursos promovidos pela instituição. A partir de 25 de outubro, mais de 300 vagas poderão ser preenchidas por crianças e jovens, com idade entre 6 e 18, que ingressarão em um dos três núcleos socioculturais, divididos em Música, Dança e Teatro, em 2022.

Para se inscrever, é preciso atender pré-requisitos importantes como ser residente no município de Campos do Jordão, estar matriculado em escola pública ou privada (pelo menos 80% das vagas são destinas a estudantes de rede pública) e ter renda familiar per capta de no máximo 01 salário mínimo, considerando o valor de R$ 1.163,55, vigente no Estado de São Paulo.

Os aprovados terão a oportunidade de desfrutar de uma infraestrutura completa, além de aprenderem com professores altamente capacitados e comprometidos em diferentes disciplinas artísticas, e serão contemplados com todo o suporte para a realização dos estudos e atividades. Em paralelo ao ensino cultural, a FLMA se dedica a preservar valores fundamentais que são verdadeiros pilares para um mundo melhor: educação, meio ambiente e inclusão social.

Entre os benefícios concedidos pela instituição estão os materiais de estudos, referente a cada curso, instrumentos musicais (no caso do núcleo de música), tecnologia para acesso ao ensino híbrido, uniformes completos e vestimentas de apresentações, transporte e alimentação – com acompanhamento de nutricionista. Durante a ano letivo, os estudantes também têm acesso à informações extras e participam de valiosas trocas de experiências com renomados profissionais de diferentes áreas por meio de palestras, bate-papos e workshops especiais.

Atenção aos prazos!

As inscrições para as vagas começam no dia 25 de outubro de 2021 a partir das 10h. Os interessados devem preencher as informações disponíveis no aqui e aguardar os próximos passos para as audições. 

As inscrições se encerram no dia 7 de novembro de 2021, às 18h. A previsão do início das aulas dos aprovados nos testes de aptidão é para fevereiro de 2022.

A FLMA

Desde 2012, a Fundação já capacitou milhares de jovens no ensino das Artes e se dedica a manter o projeto, sem fins lucrativos, em constante atualização e evolução, capacitando seres humanos não apenas no âmbito artístico, como também social, e proporcionando a eles diversas oportunidades de colocarem em prática, diante do público, o que aprendem em sala de aula, através de produções teatrais, apresentações de dança, concertos e festivais, que movimentam não só a programação escolar, mas também a cidade.

Núcleo de Teatro recebe Alessandra Maestrini em edição especial do Papo-Cabeça

Atriz e cantora participa do Papo-Cabeça on-line e aborda temas como sonhos, disciplina e caminhos que levam ao sucesso da carreira e ao reconhecimento artístico.

A troca de experiências pode ser sempre muito valiosa para quem trilha um caminho de constante evolução e aprendizado, como as crianças e jovens da Fundação Lia Maria Aguiar. Buscando sempre oferecer a eles as melhores oportunidades, a instituição promoverá na próxima terça, 22, às 18h30, uma edição especial do Papo-Cabeça, destinada especialmente aos 150 alunos do Núcleo de Teatro, com a presença especial da atriz e cantora Alessandra Maestrini, nome de grande relevância nos palcos brasileiros.

Conduzido pela coordenadora Viviane Santos, o bate-papo se dará de forma digital e será marcado por 150 minutos sobre sonhos, escolhas, carreira, estudos e os muitos caminhos que podem levar uma pessoa dedicada e talentosa ao sucesso, coroado pelo reconhecimento e a realização de bons trabalhos. O evento, que já recebeu diversos profissionais renomados em edições anteriores, dá aos alunos a exclusiva chance de esclarecer dúvidas e receber dicas sobre temas importantes.

“Quando foi sugerido que escolhêssemos alguém para participar desse Papo-Cabeça, nós pensamos na Alessandra porque acompanhamos a carreira dela, admiramos o seu trabalho e a ótima relação que ela já tem com a Fundação. Ela tem sempre um cuidado na maneira de se colocar, percebemos nela uma profissional muito centrada, correta, estudiosa, e como temos a intenção de falar, entre vários temas, sobre a disciplina do artista, ela nos pareceu ideal e com bastante propriedade, já que possui grande bagagem”, explica a coordenadora do Núcleo de Teatro.

Sobre a convidada:

Artista multifacetada é atriz, cantora, compositora, versionista e produtora. Nos palcos integrou o elenco de grandes superproduções do teatro musical brasileiro, entre elas ‘Les Misérables’, ‘Rent’, ‘7 – o Musical’, ‘Ópera do Malandro’ e ‘New York, New York’. Em 2014 montou o espetáculo solo ‘Yentl em Concerto’, um mix de musical, concerto, teatro e stand-up comedy, baseado na obra “Yentl – The Yeshiva Boy”, onde assina roteiro, direção e produção, além de estrelar. Registrado em CD e DVD, o disco recebeu o Prêmio da Música Brasileira 2017 na categoria Melhor Álbum em Língua Estrangeira. Seu último trabalho nos palcos foi em ‘O Som e a Sílaba’, que será adaptado em breve para a Disney+. Há nove anos é também mestre de cerimônias do Prêmio Bibi Ferreira, considerado o mais importante do teatro musical brasileiro. 

Na TV, é especialmente lembrada por seu papel como a divertida Bozena, do programa humorístico ‘Toma Lá Dá Cá’, mas sua veia cômica pulsante já pôde ser vista também em ‘Sexo e as Negas’ e ‘Eu, a Vó e a Boi’’; ainda no universo das séries esteve em ‘Chiquinha Gonzaga’, ‘A Cara do Pai’ e protagonizou ‘Tempero Secreto’, da GNT, e nas novelas fez parte de ‘Tempos Modernos’. Já no cinema, participou de filmes como ‘Fica Comigo Essa Noite’, ‘Polaroides Urbanas’, ‘O Labirinto’ e ‘Duas de Mim’, e, no universo da música, tem marcos importantes como o lançamento do seu primeiro CD solo, ‘Drama ‘N Jazz’, de 2012, e a participação na trilha sonora do remake da novela ‘Ti-TI-Ti’, com sua versão da canção ‘True Colors’.

Aluna Larissa Kaiany participa do reality show “Revelações Brasil”

Em formação pelo Núcleo de Teatro da Fundação Lia Maria Aguiar, a jovem vai mostrar seu talento no reality show exibido pela TV Aparecida a partir do dia 07 deste mês.

O trabalho dedicado e qualificado dos núcleos socioculturais da Fundação Lia Maria Aguiar sempre rende bons frutos. Para além dos projetos desenvolvidos internamente, alguns talentos da instituição também podem ser vistos, eventualmente, desfrutando de importantes conquistas; é o caso da aluna Larissa Kaiany, que há 11 anos integra o Núcleo de Teatro e, a partir de 07 de abril, poderá ser vista no programa musical Revelações Brasil, da TV Aparecida, exibido sempre às quartas-feiras, 19h30.

A atração, que busca descobrir uma nova voz brasileira, é apresentada por Amanda Françozo e conta com um time de jurados formado pelo Maestro Rodrigo Costa, também produtor e diretor musical da atração, e pelas cantoras Thaeme e Adryana Ribeiro. São eles os responsáveis por avaliar as performances da jordanense de 19 anos, que descobriu sua paixão pela arte ainda criança, através da música e da dança, e desde então vem se dedicando a estudar técnicas vocais e a encontrar maneiras de imprimir sua personalidade na forma como canta.

Recebendo todo o suporte da Fundação, a jovem, que fará sua estreia em um programa de TV, optou por escolher canções nacionais e internacionais, seguindo os estilos que mais gosta, como pop, soul e MPB, e para isso, contou também com o auxílio do professor de canto, Thiago Gimenes, responsável não só por orientá-la nesta seleção, mas também por direcionar seus estudos e criar dos arranjos especiais de suas apresentações.

“Estou extremamente feliz. Acredito que essa participação me trará muitas oportunidades. Sempre quis ser reconhecida pela minha arte e isso está acontecendo. A fundação também trouxe muitas oportunidades na minha vida, eu cresci lá e sou extremamente grata por tudo. Eles estão sempre preocupados com meu bem-estar e meus professores sempre apoiaram esse sonho. Graças a eles estou melhorando cada dia mais, não só como artista, mas como pessoa. Eles me tornaram essa artista que sou, e que pretendo continuar sendo, mostrando meu trabalho para o mundo”, conta ela, que celebra a experiência considerada única.

Especial de Natal Fundação Lia Maria Aguiar: Núcleo de Teatro

Apresentação audiovisual emociona com mensagem de esperança e relembra valores e bons sentimentos para o futuro

Em um ano de desafios intensos, inúmeras mudanças foram necessárias para que diferentes setores da sociedade se reinventassem. Com um olhar atento e sensível, o Núcleo de Teatro produziu um número incrível para o Especial de Natal, que nos envolve e nos emociona através de reflexões importantes.

Com uma mensagem única que revigora nossa esperança em um futuro próspero, com mais saúde e fé, o Núcleo de Teatro foi o responsável pela realização do vídeo ‘O Abraço’, em referência ao nome da música com letra e composição de Thiago Gimenes, que se inspirou no texto de tom saudoso escrito pela coordenadora Viviane Santos. A dupla se uniu à Keila Fuke, responsável pelas coreografias, para criar um roteiro estrelado por 44 talentos, entre alunos e professores-assistentes do curso, e que pudesse emocionar nos mínimos detalhes. Outras disciplinas, como o sapateado, da professora Alessandra Dimitriou, e as referências da arte circense, também foram lembradas.

Através um vidro da janela, moça olha e sorri para uma mulher.

“A história contada no vídeo surgiu depois que já tínhamos a música composta e o meu texto. Nós queríamos muito falar deste ano que vivemos, mas de uma maneira positiva, sem negar o que foi ruim ou difícil e falando do que aprendemos e descobrimos. A ideia era trazer esperança dentro da realidade experienciada por cada um, de ficar em casa e sentir privado de muitas coisas”, explicou Viviane, que, acreditando na sobrevivência da arte e na sobrevida que ela oferece, não abriu mão de realizar esta importante ‘finalização do trabalho’, tendo o cuidado de selecionar o maior número de alunos possível para a ação, e prezando todas as medidas de segurança durante as gravações.

Para Gimenes, “Tanto a música, quanto as imagens, abordam a impossibilidade de se estar junto, de não poder abraçar, ter que dar oi de longe. A música fala desse tempo em que estamos precisando olhar para dentro e entender o momento vivido como um teste, do próprio tempo para nós mesmos. Quando as aulas voltaram nós falávamos muito sobre a dificuldade dessa limitação e o resultado do vídeo acho que foi justamente esse, falar dessa saudade que a gente sente, da vontade de estar próximo. Foi lindo ver a junção das artes e essa reinvenção”, explicou.

Confira este lindo Especial e se emocione.

Atriz formada pela FLMA está entre os selecionados para participar do programa ‘Talentos’, da TV Cultura

Sara Milca irá integrar o reality show da TV Cultura que é conhecido por revelar artistas promissores, com ou sem experiência profissional no teatro musical.

Nascida e criada em Campos do Jordão, Sara Milca, de 20 anos, pode ser considerada um grande talento da cidade, onde reside até hoje, ao conquistar espaço e visibilidade em importantes competições musicais apresentadas em rede nacional. Recém-aprovada para participar do programa ‘Talentos’, ela estará na atração que revela e enaltece nomes do teatro musical brasileiro, com estreia marcada para 08 de agosto, na TV Cultura.

Integrante de um time composto por 24 nomes, a jordanense foi selecionada entre aproximadamente 100 pré-aprovados e milhares de inscritos. Agora, segue para a próxima fase do reality musical dirigido por Marcos Tombino e apresentado pelo ator, cantor e diretor Jarbas Homem de Mello, que também completa o primeiro time de jurados ao lado da atriz e cantora Sara Sarres – referência nacional e internacional do teatro musical brasileiro -, o ator Diego Montez, e os diretores musicais e maestros Natan Bádue – também diretor musical, arranjador e regente do programa – e Miguel Briamonte.

Com muitas habilidades artísticas, foi através da Fundação Lia Maria Aguiar, conhecida por investir na educação e cultura de Campos do Jordão, que a jovem desenvolveu canto, dança, interpretação e circo ao longo de sete anos de estudo no curso do Núcleo de Teatro. Na instituição, teve a oportunidade de estrelar três grandes espetáculos: ‘Uma Luz Cor de Luar’, que realizou temporada também em São Paulo, ‘Gran Circo Romanni’, e, mais recentemente, ‘Além do Ar – Um musical inspirado em Santos Dumont’, além de abrilhantar outros eventos, apresentações acadêmicas, shows e festivais.

“Eu conheci o mundo do teatro musical quando entrei na Fundação, aos 13 anos, lembro que me encantei pelo fato de unir várias coisas em uma. É um mundo que exige muito de quem está dentro dele, pois é preciso aprender de tudo e fazer tudo bem, e isso me atrai por ser desafiador, eu gosto disso, de incentivo – coisa que nunca me faltou da Fundação, dos meus professores e minha família. Mesmo eu tendo outras habilidades, o teatro musical se tornou meu foco. Estudei muito para passar nas primeiras etapas do programa e chegar aqui. Ter sido selecionada já é maravilhoso, pois vou poder fazer tudo que estudei a vida inteira e mostrar meu trabalho. Estar ao lado de pessoas tão talentosas e ser avaliada por profissionais que são grandes referências para mim é incrível. Estou muito feliz”, diz Sara.

Formada desde 2018, atualmente Sara trabalha na Fundação como assistente nas disciplinas de Canto, em diferentes aulas ministradas por Thiago Gimenes e Thaís Chagas, e Circo, ministradas por Jeisel Bomfim e André Ribeiro, onde compartilha todo seu aprendizado com cerca de 200 alunos matriculados. Em paralelo, ela concilia o trabalho com o sonho de seguir na carreira artística e busca novas oportunidades no mercado para além do Vale do Paraíba.

Em 2019, Sara pôde ser vista entre as candidatas do programa ‘Canta Comigo’, da Record TV, e no elenco do show circense ‘Abracadabra’, apresentado pelo Reder Circus. Recentemente fez uma participação no programa digital ‘Teatro Musical Canta’, ao lado de grandes nomes dos musicais, e agora se prepara para iniciar sua jornada no programa ‘Talentos’, da TV Cultura, que contará com 13 programas até a final, prevista para acontecer em 31 de outubro.

Professores do Núcleo de Teatro da Fundação Lia Maria Aguiar terão Workshop com Jamil Dias

Aulas abordarão universo do teatro musical com intuito de acrescentar conhecimento aos professores e assistentes do curso profissionalizante oferecido pela instituição.

Usando todas as ferramentas digitais para ministrar aulas e manter em dia o ensino de seus cursos, os professores do Núcleo de Teatro Musical da Fundação Lia Maria Aguiar, de Campos do Jordão, terão oportunidade também de ampliar e reciclar seus conhecimentos através de um Workshop online e exclusivo com Jamil Dias, exímio conhecedor da história do Teatro Musical brasileiro, durante o mês de julho.

Com ampla abordagem cultural, o curso oferecido pela instituição e diluído em 10 encontros digitais tem início hoje, 08 de julho, e envolverá temas como Conceituação, História, Panorama Atual e Encenação do Teatro Musical, e será destinado a todo o corpo docente à frente do curso, que existe há sete anos e atende cerca de 200 alunos. Ao todo 15 profissionais, entre professores e assistentes de teatro, canto, teoria musical, circo, sapateado, condicionamento, jazz e ballet, serão beneficiados pelo conteúdo que ainda trará um enfoque voltado para Direção de Teatro.

Essa é a primeira vez que os professores de Teatro da Fundação recebem um curso extensivo de aprimoramento. Uma ação especial como forma de incentivo para o período de isolamento social, em função da Covid-19. Para a coordenadora do curso, Viviane Santos, que já planejava se aprofundar mais na importância histórica dos musicais, no Brasil e no mundo, essa se tornou a oportunidade ideal para buscar uma opção que fosse capaz de somar conhecimento ao trabalho individual, e, consequentemente, em conjunto. Com o apoio da FLMA, sempre empenhada em oferecer as melhores condições de trabalho para seus funcionários, a troca de experiências se fez possível.

“A Fundação sempre consegue reunir ótimos profissionais, mas claro que todos sempre tem algo mais para aprender na sua área. Pensando nisso, conversei com os outros professores sobre o quão interessante seria buscarmos por um curso que trouxesse um conteúdo que fosse realmente agregador para o trabalho de cada um. O Teatro Musical tem uma linguagem mais específica, e, dessa forma, todos poderão ampliar seus conhecimentos e lapidar suas formas de ensino através do curso do Jamil Dias. Além de todo conhecimento que ele tem, ele já supria uma admiração pelo trabalho da Fundação, pelos espetáculos produzidos, e demonstrou vontade de compartilhar seu conhecimento conosco”, conta a coordenadora e professora de Teatro, Viviane Santos.

Doutorado em Artes Cênicas, com Mestrado em Artes – Teatro, e Bacharelado em Teatro – Direção Teatral, Jamil foi professor das disciplinas “Interpretação”, “Montagem Teatral”,  “História do Teatro”, “História do Teatro Musical I e II’ e “Poéticas da Atuação I e II” no curso de Teatro Musical do SESI-SP, e nas escolas de teatro musical TeenBroadway e 4Act Performing Arts. Destaca-se também sua participação no júri do Prêmio Bibi Ferreira desde a primeira edição, em 2012. A cerimônia, considerada a mais importante do teatro musical brasileiro, premiou a Fundação Lia Maria Aguiar com a Medalha Arthur Azevedo, em 2016, por seus ensinos, valores e contribuição à arte.

Uma festança à moda caipira

A Festa Junina da Fundação Lia Maria Aguiar animou os presentes com brincadeiras típicas e muita alegria

Na fria tarde do último sábado, dia 16, os trajes caipiras saíram do armário e a animação aqueceu o Centro de Eventos na Festa Junina da FLMA. O espaço estava todo decorado, bandeirinhas e enfeites deixaram o ambiente ainda mais animado para receber os convidados.

A festa foi embalada ao som de muita música e o agito não deixou ninguém parado. Os Núcleos socioculturais encantaram os presentes com as divertidas apresentações preparadas para a festa junina. Entre forró, dança da fita e uma quadrilha maluca de personagens, os alunos se divertiram e animaram os convidados.

Os professores e colaboradores estavam à frente das barracas para servir aos presentes as deliciosas comidas típicas. As brincadeiras tradicionais também marcaram presença na festa junina da FLMA, a pescaria fez sucesso com as crianças e a cadeia foi a favorita dos adultos.

A celebração aconteceu durante toda a tarde de sábado e reuniu alunos, familiares e a população jordanense em momentos de descontração e diversão. Para fechar com chave de ouro, a animada quadrilha abrilhantou o local e os presentes puderam se divertir na tradicional dança caipira.

 

Veja os momentos dessa animada festança:

 

Brincadeiras e Chocolate

Celebração de Páscoa na FLMA

Alegria, brincadeiras, muito chocolate e até um coelho de verdade. Assim foi a celebração de Páscoa nos núcleos de Dança, Música e Teatro da Fundação Lia Maria Aguiar.

Na quarta-feira (28), os alunos do Núcleo de Dança receberam a visita mais que especial do cachorrinho Pipoca e do coelhinho Bilbo. Os convidados alegraram ainda mais a festa dos pequenos bailarinos, que saíram dali com brilho nos olhos e um delicioso ovo de chocolate nas mãos. No mesmo dia, os estudantes de Teatro também puderam se deliciar com muitas guloseimas, além de participar de uma animada gincana de Páscoa.

Já na quinta-feira (29), foi a vez dos pequenos musicistas participarem da festa. Dos mais velhos ao mais novos, todos aproveitaram muito bem cada segundo da celebração que também contou com muitas brincadeiras e claro, muitos ovos de páscoa.

Confira as fotos da Páscoa na FLMA

 

O mágico e encantador Gran Circo Rommani

Mistério, romance, palhaçadas e belas acrobacias fizeram do Gran Circo Romanni um espetáculo mágico.

Neste último final de semana quem se deslocou até ao Auditório Claudio Santoro pôde apreciar uma comédia musical repleta de alegria e emoção. Os alunos do Núcleo de Teatro da Fundação Lia Maria Aguiar encenaram a história de um famoso circo que entrou em crise após o sumiço misterioso dos animais. Na trama, os dilemas de cada personagem, mesclados a problemática principal, prendeu e envolveu toda a plateia.

Seguindo a tradição de quase uma década, o espetáculo foi um momento de realização para os jovens e crianças do programa sociocultural, que tiveram a oportunidade colocar no palco todo o trabalho desenvolvido durante o ano.

Para este final de ano, ainda está programada a exibição do 1º Concerto Infantojuvenil, que poderá ser prestigiado nos dias 01, 02 e 03 de dezembro a partir das 19h30. Tocando do clássico ao erudito, as bandas, cameratas e orquestras do Núcleo de Música irão se apresentar no tradicional palco do Auditório Claudio Santoro.

 

 

FLMA Celebra Dia Das Crianças Com Piquenique

Brincadeiras, guloseimas e muita diversão marcaram o mês de outubro para os alunos da Fundação Lia Maria Aguiar.

Em celebração ao Dia das Crianças, a FLMA promoveu um grande piquenique no Horto Florestal, onde as crianças dos núcleos de Dança, Música e Teatro passaram um dia alegre e inesquecível em contato com a natureza.

Veja as fotos: