Núcleo de Dança da FLMA participa do Festival Bravos Dança 2020 e conquista prêmios on-line

O evento foi realizado pela primeira vez de forma virtual e os alunos da Fundação Lia Maria Aguiar foram convidados para integrarem o elenco da edição gratuitamente.

Nos dias 19 e 20, o Festival Bravos de Dança realizou, de forma digital, sua nova edição de setembro, a Bravos Excellence. Dentre as escolas envolvidas, o festival contou com a participação do grupo de alunos do Núcleo de Dança da Fundação Lia Maria Aguiar para uma apresentação diferente, em função da pandemia da Covid-19, que relembrou três das coreografias que fizeram parte do espetáculo ‘O Castelo Mágico’, apresentado no ano de 2019 em Campos do Jordão.

Por meio de um convite da diretora do festival, Sandra Riego, os alunos do Núcleo de Dança da Fundação, coordenado pela professora Fabiana Nemeth, puderam participar do evento pelo 7º ano consecutivo.

Os jovens talentos da instituição foram premiados virtualmente com as coreografias ‘Morganas’, que conquistou o 3º lugar com a Professora Flavia Cassiano, na categoria Infantil Ballet Clássico Livre; ‘Tíbio e Perônio’, ganhadora do 2º lugar com a Professora Ana Claudia Winther, na categoria Dança Contemporânea Juvenil; e ‘João de Barro e as Patativas’, também responsável pelo 2º lugar com o Professor Raphael Panta, na categoria Juvenil Ballet Clássico Livre.

Coreografia Tíbio e Perônio – Espetáculo “O Castelo Mágico” – 2019

Especializada há quase 20 anos na realização de Festivais de Dança, a Bravos se dedica a reunir escolas, professores, bailarinos e coreógrafos que vivam desta arte, se dediquem à aprimorá-la e valorizem um dos seus maiores propósitos: chegar ao palco, onde se encontra a maior realização de um artista. Pensando em promover o reencontro de profissionais, alunos e parceiros, a edição on-line pôde acontecer e contar com aqueles que já acompanham o trabalho realizado, a exemplo dos bailarinos em formação da FLMA.

“Realizar este evento on-line foi um jeito de fazer um reencontro com as escolas, serviu como uma válvula de escape, pois com a pandemia as pessoas não tinham onde dançar. Claro que não tem a mesma energia de uma apresentação ao vivo, mas me surpreendeu muito o nível do festival, pois mesmo com o medo que tinha, de nunca ter feito nada parecido, depender de conexão de internet,  deu tudo certo, pareceu um espetáculo de dança”, contou a diretora Sandra Riego.

Ela também elogiou os trabalhos da coordenadora do Núcleo de Dança da FLMA e relembrou o 2º lugar conquistado pela aluna Lívia Franceschinni, com seu Pas de Deux, que lhe rendeu também uma premiação especial do Júri, como ‘Destaque Feminino’.

Coreografia João de Barro e as Patativas – Espetáculo “O Castelo Mágico” – 2019

Já para a coordenadora Fabiana, o convite e a oportunidade para integrar a edição 2020 renova as esperanças e expectativas sobre tudo aquilo que se abalou com a chegada do novo Coronavírus, responsável por paralisar todas as atividades, especialmente as artísticas e culturais.

“Em tempos como o que estamos vivendo, poder participar desses eventos de forma on-line, nos traz otimismo e alegria para não desanimar. É sempre muito importante ter bons jurados julgando nossas coreografias, pessoas essas que não participam do nosso dia a dia. Isso nos ajuda a enxergar longe e querer sempre melhorar, o que só pode engrandecer nosso trabalho.”, comenta a coordenadora em relação aos jurados Ana Bottosso, Zeca Rodrigues e Ricardo Scheir, referências da arte no Brasil e no exterior e convidados do Festival deste ano.  

Coreografia Morganas – Espetáculo “O Castelo Mágico” – 2019

Fotos: BolhaSet/Renan Livi

Mudança e transformação: Fundação Lia Maria Aguiar promove palestra on-line gratuita com Mario Sérgio Cortella

Muitos são os desafios que acompanham um processo de mudança, mas compreender que este pode estar diretamente ligado à uma evolução positiva é o que torna o cenário mais favorável. Considerando isso, a Fundação Lia Maria Aguiar, de Campos do Jordão-SP, convidou o professor, educador, escritor e filósofo Mario Sérgio Cortella para falar sobre o tema em sua palestra “Mudar é Complicado? Acomodar é Perecer”. O evento, que se dará de forma on-line e gratuita no dia 24 de agosto, às 19h, será aberto ao público e seu conteúdo poderá ser acessado através do Instagram da instituição (@fundacaoliamariaaguiar).

A palestra é parte da programação do evento anual “Encontro da Cidadania”, realizado pela instituição, e que recebe diversos pensadores, professores, historiadores, profissionais da saúde, do esporte e da comunicação, tendo inclusive já contado com a participação de Cortella em anos anteriores. Promovido pela primeira vez virtualmente, a edição teve início no mês de julho, com uma primeira palestra de Leandro Karnal. Seguindo a mesma proposta, o bate-papo, porém, foi destinado exclusivamente a funcionários e colaboradores, com a intenção de refletir sobre um cenário melhor no ambiente de trabalho.

Para a palestra do Cortella, o tema abordado se conecta às muitas questões cotidianas, pessoais e profissionais, que, frequentemente, levam pessoas a abandonarem situações confortáveis para enfrentarem uma nova realidade, que exija certa adaptação. Nessas horas, enxergar o lado positivo de uma mudança é fundamental e, em tempos de pandemia, onde o novo Coronavírus colocou ‘em quarentena’ não só a população, mas também projetos, sonhos e sentimentos, a Fundação Lia Maria Aguiar oferece uma grande oportunidade de reflexão, não só para alunos e funcionários, como também para todos que queiram despertar para novos olhares e pensamentos sobre as mudanças deste, ou de qualquer outro momento, que exija cautela, flexibilidade e esperança.

Em paralelo ao evento de palestras, atualmente alunos e professores desfrutam de cursos e workshops por meio de encontros, também virtuais, organizados pela Fundação. Considerando todas as limitações atuais, a instituição procura explorar o melhor de seus envolvidos, oferecendo estímulo, reciclagem de conhecimento e novas perspectivas na troca de aprendizado. Profissionais como Jamil Dias, grande estudioso da história do Teatro, e renomados bailarinos e coreógrafos como Silvana Franzoi, Douglas Nossa e Layla Mulinari, já partilharam de sua sabedoria e metodologia de trabalho.

A Fundação em prol da população de Campos do Jordão

Se dedicando há mais de 10 anos na ampliação da cultura, educação e turismo de Campos do Jordão, a instituição, que hoje conta com cerca de 650 alunos, entre crianças e jovens, oferece cursos completos, divididos em três núcleos, com aulas de canto, teatro, dança, música e circo, cujo aprendizado é potencializado ao longo dos anos, por meio dos eventos culturais realizados na cidade e região.

No atual contexto de pandemia, mais de 2000 cestas básicas, contendo itens de alimentação e higiene, já foram doadas às famílias assistidas. E em um macro cuidado, como forma de ajudar no controle da Covid-19, centenas de testes PCR foram doados à população jordanense, resultado de uma parceria com a Sociedade Beneficente de Senhoras Hospital Sírio-Libanês e o apoio da prefeitura local.

Ainda em parceria com o grupo Sírio-Libanês, a Fundação prepara para 2021 a inauguração de um ambulatório médico, que contará com a ajuda dos profissionais do renomado complexo hospitalar brasileiro, considerado há quase 100 anos um dos mais importantes da América Latina.

A Exibição da Arte Marca Desfile Cívico

Com o tema “A Construção de um Futuro Melhor” a solenidade do aniversário da cidade contou com a participação dos programas socioculturais da FLMA 

Na manhã ensolarada do último sábado, dia 28, o Núcleo de Música da Fundação Lia Maria Aguiar atravessou a Avenida Dr. Januário Miráglia abrindo o desfile de comemoração aos 144 anos de Campos do Jordão. Como de costume, a festividade acontece sempre na data em que a cidade completa mais um ano, dia 29 de abril, porém especialmente esse ano a celebração foi antecipada.

Com a presença de representantes públicos, grande parte da população jordanense e até alguns turistas, a FLMA participou da solenidade, juntamente com as escolas da rede municipal e outras entidades.

Além da emocionante participação dos alunos de Música, a coincidência entre o tema do desfile e o lema da Fundação, que este ano completa 10 anos, inspirou ainda as belíssimas apresentações dos integrantes dos outros dois núcleos. Como as lindas bailarinas do Núcleo de Dança, que abrilhantaram a avenida com suas coreografias na ponta dos pés. E os integrantes do Núcleo de Teatro, que fizeram pequenas acrobacias de circo divertindo a comunidade.

Como uma forma de incentivo a cultura e ao legado histórico do município, os jovens e crianças proporcionaram ao público uma pequena amostra do trabalho realizado pela a Fundação Lia Maria Aguiar, que se orgulha em fazer parte da história da exuberante cidade e por contribuir para o desenvolvimento de centenas de famílias do município.

Veja alguns momentos dessa comemoração:

*Fotos: Prefeitura Municipal de Campos do Jordão

FLMA Participa do Criança Feliz

No último sábado (07) foi de “Criança Feliz”, um evento realizado pele Prefeitura Municipal de Campos do Jordão em parceria com diversas entidades da cidade, que celebrou o Dia das Crianças.

A Fundação Lia Maria Aguiar teve o prazer de participar dessa divertida comemoração, proporcionando arte e brincadeiras. Além de diversas atividades de lazer os alunos e professores da instituição também apresentaram alguns números que encantou os pequenos e abrilhantou ainda mais a tarde repleta de sorrisos e alegria.

Confira as fotos:

Harmonias Tradicionais Encerram o Semestre do Núcleo De Música

Clássicas, eruditas e populares. Esses e outros ritmos foram apresentados pelos alunos do Núcleo de Música da Fundação Lia Maria no concerto de encerramento de semestre, que aconteceu entre os dias um e dois de julho.

O evento realizado no Espaço Cultural Doutor Além, reuniu cerca de 180 crianças e adolescentes, que puderam mostrar aos seus pais e convidados todo o trabalho realizado durante os primeiros seis meses deste ano.

Em cada música tocada, uma emoção, não somente da plateia mas também dos pequenos musicistas, principalmente aqueles que estavam experimentaram a sensação do palco pela primeira vez.

Veja as Fotos:

 

Desfile de Aniversário

Para celebrar o aniversário de 143 anos de Campos do Jordão, os três grupos culturais da Fundação Lia Maria Aguiar se uniram na Avenida Januário Miráglia, no último dia 29 de abril, para o tradicional desfile de aniversário do município.

A participação no desfile cívico já é uma tradição e uma grande satisfação para a Fundação, que acredita na valorização da cultura e do legado histórico, como um dos caminhos de sucesso para o desenvolvimento das gerações futuras.

Por meio da arte e dos projetos socioeducacionais desenvolvidos nos núcleos de Dança, de Música e de Teatro, a instituição tem feito a diferença na vida de centenas de famílias do município.

O Show 2 fecha o ano do Teatro na Fundação

Com a presença de familiares o Núcleo de Teatro da Fundação Lia Maria Aguiar apresentou o espetáculo O SHOW 2 neste final de semana no Auditório Claudio Santoro. Depois do grande sucesso em 2015, o grupo de estudos musicais realizou pocket shows com atores, bailarinos e cantores, no modelo de apresentação dos clássicos da Broadway.

Com o tema “O Tempo”, os espetáculos contaram com uma participação especial, a da atriz Mara Carvalho, que participou de novelas como “O rei do gado” (1996), “Corpo Dourado” e “Meu bem querer” (1998).

o show 2 2016 3

As apresentações marcaram o encerramento do ano do Núcleo de Teatro da entidade, que contou com grande presença dos pais e familiares.

O gerente social da entidade, Luiz Goshima se emocionou com o espetáculo e garante que as apresentações marcaram o ano da Fundação. “Foi uma noite incrível para pais e alunos, que puderam se emocionar, rir e se divertir com apresentações cheias deste trabalho que colhe ótimos frutos a cada ano”, detalha Goshima.

o show 2 2016 1

o show 2 2016 2