Encontro da Cidadania 2014 reúne mais de mil pessoas no auditório Claudio Santoro. Veja como foi.

Promover o bem-estar e a evolução da sociedade através de conhecimento acessível. Esse é o objetivo do Encontro da Cidadania, realizado anualmente pela Fundação Lia Maria Aguiar, desde 2009.

A última edição, que aconteceu de 8 a 12 de setembro no auditório Cláudio Santoro, contou com a presença de Chieko Aoki, Ana Beatriz Barbosa, Mariana Ferrão, Caco Barcellos e Eduardo Sanovicz, além de um público de mais de mil pessoas interessadas em aprender e construir um futuro melhor.

TEMAS

Chieko Aoki, uma das maiores empresárias do Brasil, subiu ao palco no primeiro dia para compartilhar sua experiência, e contar como o compromisso de surpreender seus clientes foram fundamentais em sua trajetória de sucesso.

A psiquiatra e autora dos livros “Mentes Consumistas” Ana Beatriz Barbosa abordou a influência do consumismo exagerado na vida das pessoas e seu impacto nas relações familiares.

Mãe, esposa e profissional renomada, a apresentadora da TV Globo Mariana Ferrão falou do papel da mulher na sociedade atual.

O jornalista Caco Barcellos trouxe sua experiência, reunida ao longo dos 40 anos de profissão, para contar como as sociedades lidam com seus desafios e destacar o papel do jovem nesse cenário.

Para encerrar o evento, o presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), Eduardo Sanovicz abordou as tendências, oportunidades e riscos que o turismo pode trazer para as cidades brasileiras e também os impactos relevantes na economia e desenvolvimento social.

Toda a renda arrecadada com o evento será revertida para manter a sustentação dos projetos da Fundação, oferecendo possibilidades a mais jovens de acreditar em seu potencial transformador.

Agradecemos a todos pela presença em mais essa edição do Encontro da Cidadania e convida a todos a compartilhar o conhecimento a todos que não tiveram essa oportunidade.
Juntos, estamos construindo um futuro melhor!

Encontro da Cidadania 2013:
se você não foi, veja o que aconteceu no evento!

Desde 2009, a Fundação Lia Maria Aguiar organiza o Encontro da Cidadania, que reúne pessoas interessadas em aprender novas possibilidades para evoluir e inovar suas vidas e suas relações com a sociedade. Em todas as edições, convidamos grandes talentos para compartilhar trajetórias pessoais e conhecimento com o público, promovendo uma troca proveitosa de experiências e impressões. Pelo palco do Encontro, já passaram muitas personalidades, como Drauzio Varella, Mario Sérgio Cortella e Augusto Cury.

Neste ano, Mauricio de Sousa, Bia Kawasaki, Aron Belinky, Marcio Atalla e Marcelo Tas foram os convidados da vez. Mais de mil pessoas estiveram no evento, que aconteceu entre 9 e 13 de setembro.

“O Encontro da Cidadania trouxe uma nova perspectiva para Campos do Jordão, aproximando a população do acesso a informações e conhecimento passado pelos palestrantes. Em mais um ano, percebemos a evolução do trabalho pela percepção do público, que contribui para a melhoria da próxima edição, que já está sendo formatada”, afirmou Luiz Goshima, gerente social da Fundação Lia Maria Aguiar.

Dona Lia Maria Aguiar, presidente e fundadora da instituição, destacou que o propósito de educar e capacitar se fortalece a cada Encontro. “Valorizamos a educação e acreditamos no seu papel transformador”, declara.

Os temas

O criador da Turma da Mônica Mauricio de Sousa dividiu a sua incrível trajetória com as pessoas da plateia e inspirou muita gente a realizar os seus sonhos mais ousados.

Dá pra ser mais sustentável com pequenas mudanças em nosso dia a dia? Segundo Aron Belinky, não só é possível como é muito fácil. O especialista deu dicas para fazer a diferença nesse aspecto.

Bia Kawasaki, consultora de moda, levantou a autoestima das mulheres e mostrou que todas possuem um poder latente, e ensinou como usá-lo por meio de roupas ideais para cada ocasião.

Para dar um upgrade na saúde, Marcio Atalla compartilhou a sua técnica para viver mais e melhor.

No último dia do Encontro, Marcelo Tas abordou um tema que define a evolução dos movimentos sociais em nosso País e mundo: a cidadania nas redes sociais. Hoje, com todo mundo conectado no ciberespaço, como será o ato de manifestar vontades e atitudes para mudar o meio onde vivemos? Tas foi esclarecedor e expôs que essa tendência está cada vez mais fortalecida.

Toda a renda arrecadada com o evento será revertida para manter a sustentação dos projetos da Fundação, oferecendo possibilidades a mais jovens de acreditar em seu potencial transformador.

Fique atento à programação dos próximos meses e vem com a gente!